China usou 15% da energia mundial em 2006

Fonte: Invertia - 19/03/07

A China consumiu no ano passado 15% da energia do planeta para produzir 5,5% do Produto Interno Bruto (PIB) global, uma situação "insustentável" na opinião do vice-primeiro-ministro chinês Zeng Peiyan, como deixou claro em entrevista ao jornal China Daily divulgada hoje.

"É imprescindível acelerar a mudança do modelo de crescimento para conseguir um desenvolvimento sustentável", recomendou Zeng, referindo-se às "graves restrições ambientais e de recursos, à irracional estrutura industrial e ao desenvolvimento diferente entre campo e cidade" na China.

O atual modelo de crescimento chinês se baseia em um alto consumo de energia e recursos e, se não for alterado, a quarta economia do mundo pode começar a desacelerar. Zeng prometeu mais reformas nos mecanismos de preço e nos incentivos tributários e um reforço das medidas de poupança de energia e proteção do ambiente.

O vice-primeiro-ministro assistiu este fim de semana a um fórum sobre o novo desenvolvimento chinês do qual também participou o ministro da Comissão Nacional de Reforma e Desenvolvimento (principal órgão de planejamento econômico da China), Ma Kai.

"A média de crescimento da economia chinesa é inspiradora, mas uma das maiores preocupações é que pagamos um preço muito alto em ambiente e recursos para obtê-la", explicou Ma.

A economia chinesa cresceu 10,7% no ano passado, enquanto as receitas também aumentaram e a inflação se manteve baixa. No entanto, a ineficácia no uso da energia é um problema grave em um dos países mais poluentes do mundo.

Tópicos:
     



Comentários