Romi apóia equipe do Senai em competição de educação profissional

Fonte: Assessoria de Imprensa da Romi - 14/11/07

Alunos do Senai participam, a partir do dia 14 de novembro, da maior competição mundial de educação profissional, o WorldSkills 2007, que acontece até o dia 21 de novembro, na cidade de Numazu, província de Shizuoka, Japão. O torneio reúne 850 estudantes de 45 países, que concorrerão em 47 modalidades. A equipe do Senai, que tem a Indústrias Romi como uma das patrocinadoras, tem 24 alunos e disputará provas de 20 ocupações profissionais.

“Apoiamos a iniciativa do Senai que coloca à prova na WorldSkills a competência técnica e educacional dos seus alunos e da própria instituição, num ambiente de concorrência com os melhores do mundo”, diz André Romi, gerente de relações institucionais da Romi. A empresa, líder na produção de máquinas e equipamentos industriais, mantém um relacionamento de mais de 50 anos com o Senai e patrocina desde o início dos anos 90 as etapas estaduais e nacionais da Olimpíada do Conhecimento, competição que reúne estudantes das escolas da instituição.

Na WorldSkills, a equipe do Senai vai disputar provas das ocupações profissionais de joalheria, tecnologia da informação, mecânica de refrigeração, polimecânica, sistema de transporte de informações, manufatura integrada, tornearia CNC (Comando Numérico Computadorizado), fresagem CNC, eletrônica industrial, instalações de redes PC, mecatrônica, construção em alvenaria estrutural, desenho mecânico em CAD, eletricidade predial, jardinagem e paisagismo, soldagem, aplicação de revestimento cerâmico, eletricidade industrial, web design e design gráfico.

O Senai enviou ao Japão representantes de São Paulo, Rio Grande do Sul, Pernambuco, Minas Gerais, Santa Catarina, Rio de Janeiro e Distrito Federal. Além dos alunos, a equipe brasileira é formada por técnicos, avaliadores e tradutores intérpretes, num total de 67 pessoas.

Sobre a Romi

Fundada em 1930, a Indústrias Romi S.A. é líder no mercado brasileiro de máquinas e equipamentos industriais. Companhia aberta e, desde março de 2007, listada no Novo Mercado da Bovespa, fabrica: máquinas-ferramenta, com destaque para tornos e centros de usinagem; máquinas injetoras de plástico; sistemas de usinagem de furos de alta precisão Romicron®; e peças de ferro fundido cinzento, nodular e vermicular, fornecidas brutas ou usinadas. Seus produtos e serviços estão presentes em todos os continentes e são utilizados pelos mais diferentes segmentos produtivos, como as indústrias automobilísticas, de bens de consumo em geral, de máquinas e equipamentos industriais e de máquinas e implementos agrícolas.

Mais informações sobre a Romi, aqui.



Comentários