igus apresenta novo módulo para manutenção preditiva

O módulo i.Cee:local prevê a vida útil de máquinas e equipamentos, tornando a manutenção eficiente e previsível.

Com o módulo i.Cee:local, a igus desenvolveu agora uma nova “casa” para o seu software de plásticos inteligentes. O módulo calcula a vida útil restante de esteiras porta cabos, cabos, guia lineares e buchas autolubrificantes durante a operação. Isso permite que a vida útil do sistema seja otimizada, as falhas sejam detectadas e corrigidas em um estágio inicial e a manutenção seja planejada com antecedência. Com sua multi-conectividade, o i.Cee:local pode ser integrado via Internet ou sem conectividade IoT via rede local, dependendo dos requisitos do cliente.

Sensores de plástico inteligentes da igus monitoram a abrasão, medem a força de tração e fornecem informações sobre uma sobrecarga iminente. Mas como o gerente de manutenção obtém informações concretas sobre as condições do sistema? A nova solução da igus é o i.Cee:local. O módulo inteligente agrupa os dados de todos os sistemas de plásticos inteligentes usados e os prepara para o engenheiro de manutenção.

O i.Cee:local tem duas funções. A primeira, é ser casa do software de código aberto i.Cee, o cérebro dos plásticos inteligentes. Para a primeira instalação, o software é primeiramente parametrizado e, portanto, perfeitamente adaptado à aplicação específica com a ajuda dos algoritmos de vida útil da igus.

“A previsão de vida útil, que determinamos com base em milhões de dados de testes em nosso laboratório interno de 3.800 metros quadrados, é comparada e ajustada durante a operação com os valores realmente determinados, para que uma declaração de vida útil em tempo real possa ser feita sobre a durabilidade da máquina e do sistema”, explica Richard Habering, Chefe da Unidade de Negócios de plásticos inteligentes da igus GmbH.


Continua depois da publicidade


Com o i.Cee:local, a manutenção pode ser planejada com antecedência, defeitos podem ser detectados a tempo e o tempo de inatividade da planta pode ser evitado. Os custos de um retrofit antecipado podem ser reduzidos com o uso máximo dos componentes da igus e as peças de reposição também podem ser encomendadas automaticamente em um estágio antecipado. O uso do i.Cee:local é adequado para todos os produtos de plástico inteligente da igus, desde buchas autolubrificantes até esteiras.

Multi-conectividade para uma visão geral fácil

A segunda especificação importante do i.Cee:local é sua multi-conectividade. A possibilidade de integração contínua nos ambientes de rede designados permite a implementação de vários casos de uso da Indústria 4.0. Os dados do módulo i.Cee:local podem ser acessados tanto por display no sistema, por solução em nuvem ou por painel IoT, como protocolo JSON/MQTT, na intranet, via interface REST API ou diretamente via SMS ou o e-mail.

“Seja online ou offline, dependendo da necessidade do cliente, os dados podem ser acessados de forma rápida e fácil pela equipe de manutenção, graças ao módulo i.Cee:local”, afirma Habering.




Comentários