Novas tecnologias impulsionam maior sustentabilidade na Dormer Pramet no Brasil

A otimização do consumo de energia por meio de novas máquinas, conceitos e processos apresenta uma oportunidade para um desempenho mais eficiente e benefício ambiental.

Desde o mês de junho de 2021, a Dormer Pramet Brasil implementou um projeto para aumentar sua sustentabilidade operacional. O objetivo era reduzir as emissões de CO2 e o consumo de eletricidade e gás natural com uma única solução.

O projeto considerou a aquisição de um equipamento denominado “Bomba de Calor”, que funciona com base nos princípios físicos da termodinâmica, com entrada e saída equilibrada de energia e infraestrutura para montá-la. A ideia era aproveitar o óleo aquecido do nosso processo de retificação, onde havia perda de energia.

bomba de calor
Boma de calor. Imagem: Divulgação.

Para poder operar, a Bomba de Calor precisa de uma fonte mínima de calor, como um pequeno gradiente de temperatura de apenas 5°C acima da temperatura ambiente, que é facilmente suprido pelo nosso óleo aquecido. Por sua vez, a bomba gera água quente a 60°C - 80°C que pode ser fornecida aos vestiários e restaurante, substituindo completamente a necessidade de aquecedores elétricos. Além disso, passou a fornecer água pré-aquecida à caldeira a vapor, utilizada em outra fase do processo de fabricação, para reduzir o consumo de gás natural.

Como resultado, houve uma redução de 0,7% no consumo de energia por ano.

Ainda, como parte das ações de sustentabilidade, em setembro de 2021, a Dormer Pramet investiu na substituição da caldeira de vapor por um gerador de vapor. “A caldeira de vapor alimentava os fornos na área de produção gerando 500 kg/h de vapor. Com a troca pelo gerador, foi possível alimentar mais um forno na área produtiva. Além disso, foi possível inserir nossas máquinas no conceito de Indústria 4.0, já que o gerador possui uma interface homem-máquina”, comenta Carlos Mitsuo, Risk Management & EHS na Dormer Pramet Brasil.


Continua depois da publicidade


Os benefícios foram muitos, houve a redução no risco de acidente para os trabalhadores que operam e realizam a manutenção deste sistema, além da economia no consumo de água em torno de 150m3 por ano.

Gerador de Vapor. Imagem: Divulgação.



Comentários