Conselho da Raízen aprova R$ 2 bilhões para construção de novas usinas de etanol em SP

A Raízen, joint venture entre a Cosan e Shell, anunciou na última quarta-feira (18) que seu Conselho de Administração aprovou investimento de R$ 2 bilhões para a construção de duas usinas de etanol de segunda geração (E2G) em São Paulo. As plantas serão anexas aos parques de bioenergia Univalem, em Valparaíso (SP), e Barra, em Barra Bonita (SP).

De acordo com comunicado divulgado à imprensa, as usinas deverão adicionar 164 mil metros cúbicos de biocombustível por ano na produção da companhia, com capacidade de 82 milhões de litros cada.

As usinas deverão entrar em operação em 2024.

“O investimento esperado já considera o cenário atual de inflação e câmbio para o suprimento e fornecimento de máquinas, equipamentos e mão de obra”, disse a empresa em comunicado.

A empresa informou ainda que somando a produção com as novas unidades, a Raízen será o único produtor mundial a operar quatro plantas de etanol celulósico em escala industrial com uma capacidade instalada total de 280 mil metros cúbicos por ano, dos quais 80% do volume foram comercializado em contratos de longo prazo, segundo informações da agência de notícias Reuters.




Comentários