Grupo Açotubo alcança R$ 2 bi de faturamento em 2021 e apresenta perspectivas para 2022

Empresa registra desempenho recorde em ano marcado por formação de joint venture de tubos industriais, expansão para a América Latina e desenvolvimento de áreas estratégicas.

O Grupo Açotubo, que completa 48 anos de atividades este mês, anuncia a marca de R$ 2 bi no faturamento bruto em 2021. Com destaque para os avanços nos setores de T.I., logística e comercial, a empresa investiu em uma série de iniciativas no ano passado para reforçar a sua atuação no mercado siderúrgico. Entre elas, o desenvolvimento de tecnologias, a aquisição de maquinários e a expansão para novos mercados.

“Apesar de um ano marcado pelos impactos econômicos e sociais da pandemia, o Grupo Açotubo conseguiu cumprir e superou as metas previstas em seu planejamento anual. Atribuímos os resultados à dedicação de todos os colaboradores e parceiros e à confiança dos clientes”, comenta Bruno Bassi, CEO do Grupo.

Para 2022, a expectativa do Grupo Açotubo é consolidar o crescimento registrado nos últimos anos e dar continuidade à projetos estratégicos nas áreas industriais, tanto para a Incotep Sistemas de Ancoragem, empresa do Grupo, quanto para a Unidade de Negócio de Soluções Integradas.

No caso de Soluções Integradas, Fernando Del Roy, Diretor de Divisões Industriais – LATAM, informa a ampliação da área produtiva em cinco mil metros quadrados e o investimento de 7 milhões na aquisição de uma máquina laser chapa e duas máquinas de dobra.

Já na Incotep, segundo Del Roy, foi adquirido um caminhão Munck, visando facilitar a entrega para os clientes. Ele revela, ainda, o lançamento de uma linha de Torquímetros, com o objetivo de oferecer a opção de locação ou venda deste tipo de equipamento. De acordo com o executivo, a aposta segue na internacionalização e em setores da construção civil, mineração, energia e agrícola.

“Estamos fazendo uma série de investimentos para crescer em países onde fizemos aquisições. Em nosso planejamento, que engloba um período de cinco anos, temos o Chile como próximo destino”, conta.


Continua depois da publicidade


De acordo com Rubens Ortolani, Diretor da Divisão de Distribuição e Logística do Grupo, a expectativa de crescimento é em torno de 10% no volume de vendas, em relação ao ano passado, dos produtos comercializados pela Açotubo (carbono e inox), além de ampliar a atuação nos setores de implementos agrícolas, rodoviários, energia e papel e celulose.

“Em 2022, temos um Capex (investimentos) de R$ 15,6 milhões para modernização de equipamentos de corte, implantação da ISO 14001 e logística”, afirma.

Tecnologia

Na área de Tecnologia da Informação, uma das que mais avançam no Grupo, as ações estarão concentradas em três grandes pilares: integração tecnológica, com o objetivo de construir uma base de TI bem fundamentada; cocriação, para fortalecer a integração entre as equipes de negócios e TI em busca da  inovação; e, por fim, expansão corporativa, para agregar valor, após a fundamentação da estrutura e da equipe.

“Neste contexto de agregação, a unificação do ERP com a entrada da divisão “Tirantes” e o processo de digitalização dos pedidos, acoplando inteligência artificial com o chatbot, serão crucias em 2022. Além disso, o desenvolvimento digital com nossa célula Rapid Solutions agregará ainda mais valor ao negócio com soluções rápidas e inteligentes”, explica Valdemir Raymundo, Gerente de Tecnologia do Grupo.

Recursos Humanos

A área de RH foi outro destaque na empresa em 2021. O Grupo contratou aproximadamente 400 colaboradores e espera fazer novas contratações. Com treinamentos dedicados à Liderança, Time Comercial, fortalecimento da cultura e excelência no atendimento ao cliente (Conexão 48+), além de treinamento técnicos requeridos, para este ano, a área estará focada no desenvolvimento e capacitação das pessoas. 

“Nosso objetivo em 2022 é continuar com a atenção voltada aos nossos valores, principalmente no que diz respeito ao cuidado com as pessoas”, afirma Larissa Bassi, business partner do setor de recursos humanos do Grupo Açotubo.

Como forma de agradecimento pelo desempenho recorde, a empresa recompensou os esforços de todos os seus colaboradores com uma bonificação extra no final do ano.




Comentários