Starrett encerra 2021 com saldo positivo e anuncia investimentos para 2022

Empresa prevê ampliação nas linhas de produção de Serras Carbide, Bimetal e Serras de Fita para Carne Meatkutter.

Com 65 anos de história no Brasil, a Starrett, maior fábrica de serras do mundo, encerra o ano de 2021 com saldo muito positivo e com projeto de consolidação “recorde dos recordes”, nas palavras do presidente da Starrett Brasil, Christian Arntsen. Para 2022, o cenário é otimista e com expectativas de mais investimentos e geração de novos postos de emprego.

“Fechamos o ano de 2021 com chave de ouro e estamos entrando em 2022 com o pé direito, a todo o vapor. Com a solidificação das fábricas de Jedburgh, na Escócia, e Mount Airy, na Carolina do Norte, agora instaladas no parque fabril de Itu, podemos dizer, com orgulho, que a Starrett do Brasil é, hoje, considerada a maior fábrica de serras do mundo”, afirma Arntsen.

O presidente avalia ainda que o principal desafio de 2021 foi a Covid-19. Durante todo o período, os colaboradores foram orientados a seguir todos os protocolos determinados pela equipe de Segurança e Medicina no Trabalho. “No entanto, a Covid não acabou. Para o ano de 2022, continuaremos com as medidas de segurança e prevenção com o incentivo à adesão da terceira dose da vacina”, afirma.

Novos empregos e mais investimentos

Diante do saldo positivo e das boas perspectivas, Arntsen anuncia novos investimentos para ampliar as linhas de produção que estarão chegando ao Brasil, como, as de serra de fita Meatkutter e Carbide, além das Bimetálicas, com uma nova linha de solda a laser. Com essa ampliação, a expectativa é a de gerar novos postos de trabalho.

Durante esse último ano, apesar de todos os desafios apresentados, a indústria, olhando para o futuro, realizou aporte de cerca de R$ 45 milhões para a ampliação da fábrica de Itu. Com esse montante, a Starrett unificou a linha de produção e fabricação mundial de serras copo, serras de fita bimetálicas e serras de fita de carbono no Brasil, e já ampliou seu quadro de funcionários em 31%, gerando mais de 160 novos empregos diretos e indiretos.


Continua depois da publicidade


Além disso, a empresa seguirá investindo em P&D no Brasil para prosseguir na criação de tecnologia de última geração. Para isso, a empresa tem alicerçado esse olhar no ambiente da digitalização da indústria, também denominada indústria 4.0, como uma transformação tecnológica em 360 graus.

Diante disso, a Starrett criou o Comitê de Inovação que funciona como um receptor das ideias de inovação e tem a função de direcioná-las em uma espécie de triagem para, depois, seguir com a efetiva concretização delas. Entre as ideias já implantadas está a colocação de QR Code nas serras de fitas para metais, com acesso ao Mundo Starrett. Essa entrada virtual ao universo da empresa permite aos consumidores o acesso às informações e características dos produtos, ao cadastro gratuito em treinamentos, ao software PowerCalc, além da possibilidade de inscrição no programa de relacionamento da Starrett S-Live.

Por meio do QR Code, o cliente também acessa a área técnica da Starrett pelo canal Técnico OnLine, que facilita e prioriza o atendimento por parte da equipe de assistência técnica da companhia. Nesta plataforma, a empresa disponibilizou catálogos, serviços, cursos online, além de funcionar como canal direto com a equipe técnica.

Sustentabilidade

Inovação também passa pelo viés da sustentabilidade, e a Starrett tem criado formas de contribuir com o meio ambiente, por meio de embalagens mais inteligentes e ecologicamente corretas, além de uma série de práticas sustentáveis com o foco na compensação de carbono gerados pela fábrica brasileira.

Uma destas ações, por exemplo, está o apoio ao projeto “Adote uma Nascente”, idealizado pela Prefeitura de Itu (SP), que realiza o reflorestamento das Áreas de Proteção Permanentes (APPs) em nascentes. A contribuição da Starrett ao projeto foi o plantio de 650 mudas de árvores nativas.

A Starrett também mantém parceria com a Cooperativa de Materiais Recicláveis de Itu (COMAREI) desde 2014 com a contratação de serviços da cooperativa para o descarte correto de todos os seus recicláveis, além de oferecer palestras sobre Segurança do Trabalho, formação da equipe de Brigada de incêndio, entre outras ações. A COMAREI realiza três coletas por semana na empresa gerando mais de 2 mil quilos por mês de resíduos recicláveis.




Comentários