Braskem vende mais, sobe preços e lucra R$ 3,5 bilhões no trimestre

A petroquímica passou de prejuízo para lucro entre os meses de julho e setembor, após vender mais a preços mais elevados.


Continua depois da publicidade


A petroquímica Braskem passou de prejuízo para lucro no terceiro trimestre, após ter vendido maiores volumes e a preços maiores, tanto no Brasil quanto no exterior.

A companhia anunciou nesta quarta-feira (9) que teve lucro líquido de R$ 3,54 bilhões no terceiro trimestre, ante prejuízo de R$ 1,41 bilhão em igual etapa de 2020.

O lucro foi impulsionado por um salto de 77% da receita líquida ano a ano, para R$ 28,3 bilhões, refletindo aumento dos volumes e dos spreads praticados.

O resultado operacional recorrente de R$ 7,67 bilhões, um salto de 109% ano a ano, refletiu maiores spreads de seus principais químicos no Brasil, nos Estados Unidos, na Europa e no México, além dos maiores volumes de vendas, em função da retomada da demanda após impacto do Covid-19.

Na medição sequencial, porém, o resultado operacional da Braskem teve queda de 18%, num desempenho contrário ao de um ano antes. Não ficou imediatamente claro se o desempenho operacional do terceiro trimestre é comparável com o Ebitda (lucro antes de impostos, juros, depreciação e amortização) previsto pela média de analistas da Refinitiv para o período, de R$ 8,32 bilhões. (Com Reuters)

Tópicos:



Comentários