SENAI tem R$ 42 milhões disponíveis para categoria Rota 2030

Ao todo, R$ 4,8 milhões serão investidos em projetos de pesquisa e inovação de empresas e startups. Inscrições têm início em 30 de junho


Continua depois da publicidade


SENAI lança quatro chamadas de pesquisa em inovação para indústria 

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) lança nesta quarta-feira (30) quatro novas categorias para pesquisa e inovação. Startups, micros e pequenas empresas de base tecnológica interessadas em solução de desafios propostos por médias e grandes indústrias podem contar com essas chamadas disponíveis na Plataforma Inovação para a Indústria.

O SENAI vai investir R$ 4,8 milhões no desenvolvimento de produtos, processos ou serviços inovadores para aumentar a produtividade e competitividade da indústria brasileira.

Nesta edição, as novas categorias lançadas são: Chamada Regional, Missão Industrial, Startup.Tech, e Agenda.Tech. A primeira categoria tem como objetivo remunerar as chamadas realizadas pelos Departamentos Regionais do SENAI, que utilizarem a Plataforma Inovação para a Indústria como meio para abertura das pesquisas e projetos.  As outras três visam o desenvolvimento de projetos P&D, prova de conceito e estudos setoriais em diversas áreas da indústria brasileira.

As propostas selecionadas receberão recursos e apoio para desenvolvimento de projetos, passando por processos de validação, de protótipo em parceria com a rede de Institutos SENAI de Inovação e dos Institutos SENAI de Tecnologia. A duração dos projetos vai de 12 a 36 meses, a depender da categoria.

O diretor geral do SENAI, Rafael Lucchesi, ressalta a importância de investir em pesquisa e inovação em conjunto com startups e empresas em busca de soluções inovadoras para solucionar problemas apontados pela indústria brasileira que impactam no crescimento e desenvolvimento de todos os setores.


Continua depois da publicidade


“A Plataforma Inovação para a Indústria é uma excelente oportunidade para promover a aproximação entre os pequenos negócios e as médias e grandes empresas. O desenvolvimento de pesquisas traz um novo conceito para indústria, além de tornar a cadeia mais inovadoras e competitivas”, destacou. 

Plataforma terá recursos para a categoria Rota 2030

Além dos recursos disponibilizados para as novas categorias, a Plataforma Inovação para a Indústria conta com mais R$ 42 milhões disponíveis para categoria Rota 2030. Coordenado pelo SENAI, o programa Prioritário Alavancagem de Alianças para o Setor Automotivo atua em três linhas de trabalho: desenvolvimento de competências, incremento de produtividade da cadeia e aumento de recursos para Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I).

O programa já disponibilizou R$ 88 milhões para projetos e tem o desafio de ampliar a inserção global da indústria automotiva brasileira. O Rota 2030 é parte da estratégia elaborada pelo governo federal para desenvolvimento do setor automotivo.

A Plataforma está aberta à participação de empresas do setor industrial de todos os tamanhos, inclusive startups de base tecnológica. Para participar, é necessário enviar a ideia pela Plataforma de inscrição, seguindo normas e cronogramas específicos de cada categoria.

A Plataforma Inovação para a Indústria é uma iniciativa do Sistema Indústria para financiar o desenvolvimento de produtos, processos ou serviços inovadores, com o objetivo de aumentar a produtividade e a competitividade da indústria brasileira, além de promover a otimização da segurança e saúde na indústria.

Criada em 2004 como Edital SENAI SESI de Inovação, a iniciativa já selecionou mais de mil projetos inovadores, nos quais foram investidos mais de R$ 817 milhões. As propostas escolhidas recebem recursos e apoio para desenvolvimento de uma prova de conceito, passando por processos de validação, de protótipo e de teste na rede de inovação e tecnologia do SENAI.

Tópicos:



Comentários