Empresa cearense de porcelanatos investe mais de R$ 170 milhões na compra de maquinários

A Cerbras, empresa brasileira de revestimentos cerâmicos e porcelanatos, investirá R$ 170 milhões na aquisição de maquinários desenvolvidos na Itália e na Espanha como parte do projeto de ampliação dos negócios com a instalação de uma nova linha de produção. Com a nova estratégia, a empresa espera aumentar sua capacidade produtiva para 4 milhões de metros quadrados por mês e se tornar uma das cinco maiores indústrias do segmento no país.

Localizado em Maracanaú (CE), o parque industrial da Cerbras produz diariamente cerca de 100 mil metros de cerâmicas e porcelanatos. A nova linha da empresa, que incluirá porcelanatos de grandes formatos, será lançada no segundo semestre deste ano e espera criar 150 novos postos de trabalho. “A Cerbras será a única fábrica do Nordeste a produzir estes formatos que atendem às novas tendências mundiais de arquitetura e design. Estamos buscando integrar ainda mais nossos sistemas, utilizando inteligência artificial na nossa rotina e otimizando nossos processos por meio da conectividade”, afirma Mariana Mota, diretora da companhia.

Mesmo com os impactos causados pela Covid-19, a produção brasileira de revestimentos teve uma alta de 17% no segundo semestre de 2020. No ano passado, a Cerbras registrou um aumento de 12% nas vendas, em comparação a 2019. Com essa alta mercadológica, a empresa planeja investir em novos mercados nacionais, principalmente nas regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul, em cidades focadas no atendimento de arquitetos e especificadores.

Atualmente presente em mais de 30 países, a empresa também desenvolve projetos de responsabilidade social e ambiental. Segundo dados da Cerbras, a companhia economiza mais de 65 mil metros quadrados de água todos os anos com a implantação de um sistema de reaproveitamento de água com cinco estações de tratamento.




Comentários