Vestas e European Energy negociam dois projetos de energia eólica em Pernambuco

A Vestas obteve um pedido de 95 MW da European Energy, em associação com a Eólica Tecnologia, para os projetos de energia eólica Ouro Branco e Quatro Ventos, em Pernambuco. De acordo com Jamildo Melo, colunista do portal nordestino NE10, do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação, a dinamarquesa European Energy investirá R$ 510 milhões na produção de energia eólica no estado e a construção do parque eólico deve ser iniciada em fevereiro deste ano.

O pedido recebido e anunciado pela Vestas compreende 21 turbinas eólicas V150-4.2 MW entregues em um modo de potência otimizado de 4,5 MW com torres de 120 m, juntamente com um contrato de serviço Active Output Management 5000 (AOM 5000), otimizando a produção de energia durante a vida do projeto.

“A European Energy é um cliente valioso da Vestas em todo o mundo e estamos ansiosos para desenvolver nossa parceria existente no Brasil. Ambos os projetos apresentarão nossa mais recente tecnologia de plataforma de 4 MW, garantindo uma produção de energia ideal para as condições de vento locais e valor máximo para o caso de negócios de nosso cliente”, disse Eric Gomes, Diretor de Vendas da Vestas no Brasil.

“Este despacho reitera o compromisso da European Energy com o crescimento do mercado de energias renováveis ​​no Brasil e com o desenvolvimento econômico das cidades de Poção e Macaparana. Com este projeto, vamos trazer para o Brasil a vasta experiência da European Energy em projetos eólicos e expandir nossa atuação no país. Estamos otimistas com as oportunidades do segmento em 2021 e com as parcerias que estamos desenvolvendo nele”, afirma Jens-Peter Zink, Vice-Presidente Executivo da European Energy.

O pedido é resultado do leilão de energia nova A-6 ocorrido em 2017, e a energia produzida a partir de ambos os projetos será distribuída no mercado regulado, permitindo aos consumidores da rede nacional o acesso à energia eólica limpa.


Continua depois da publicidade


A entrega da turbina eólica está prevista para meados de 2022 e o comissionamento está previsto para o final do mesmo ano.

Com este acordo, a Vestas reforça ainda mais a sua presença no Brasil, com encomendas da variante V150-4.2 MW de mais de 4,4 GW, evidenciando a excelente adaptação da variante da turbina eólica às condições de vento do país.




Comentários