VW Caminhões e Ônibus anuncia novo ciclo de investimentos de R$ 2 bi até 2025

A Volkswagen Caminhões e Ônibus investirá R$ 2 bilhões entre os anos de 2021 e 2025, iniciando o sexto e maior ciclo consecutivo de aportes no Brasil. A montadora e seus parceiros no Consórcio Modular também já iniciaram a contratação de mais 550 colaboradores em Resende (RJ). E após a finalização da compra da Navistar pelo Grupo TRATON, esperada para meados do próximo ano, a VWCO buscará aumentar sinergias com a empresa norte-americana nas Américas. Os anúncios foram feitos na quinta-feira (10) pelo presidente e CEO Roberto Cortes em São Paulo (SP).

“Este novo ciclo de investimentos focará em novas tecnologias para uma mobilidade mais sustentável, como a propulsão elétrica e a melhoria da eficiência energética com redução de CO2. E ainda na digitalização e na conectividade para soluções de transporte cada vez mais modernas e eficientes. Também seguiremos investindo na melhoria contínua de nossos produtos e na internacionalização da marca Volkswagen Caminhões e Ônibus”, diz Roberto Cortes.

O executivo também destacou a necessidade de atendimento a encomendas e a confiança no país para investir, contratar e buscar parcerias internacionais. “A nova linha de extrapesados Volkswagen, lançada há pouco mais de três meses, é um grande sucesso. E o mercado brasileiro de caminhões está se recuperando após ter sido fortemente afetado pela pandemia da Covid-19”, explica.

O reforço de mão de obra amplia a produção diária nas duas linhas de montagem em Resende, com ênfase na oferta dos caminhões extrapesados Constellation 33.460 6x4, Meteor 28.460 6x2 e Meteor 29.520 6x4. Totalmente desenvolvidos no Brasil, os modelos iniciaram pré-venda ainda na sua avant-première. Além de  extrapesados, a VWCO fabrica modelos leves, médios e pesados das linhas Delivery e Constellation, os cavalos mecânicos da marca MAN e os chassis de ônibus Volksbus.


Continua depois da publicidade


Empresa completará 40 anos em 2021

Em 2021, a Volkswagen Caminhões e Ônibus celebrará quatro décadas de operações desde o lançamento de seus primeiros produtos no Brasil, em março de 1981. A montadora, que iniciou operações em São Bernardo do Campo (SP), escolheu Resende, no Rio de Janeiro, para sua sede em 1995, investindo US$ 250 milhões na construção de uma nova fábrica, que foi inaugurada em 1996. Ao longo dos últimos 25 anos, R$ 5,5 bilhões foram destinados ao crescimento da empresa em cinco ciclos consecutivos de investimentos, sendo quatro ciclos de R$ 1 bilhão cada, e o último de R$ 1,5 bilhão. O sexto ciclo somará R$ 2 bilhões a esse montante até 2025.

A fábrica da VWCO foi pioneira na região e tem atualmente um milhão de metros quadrados de área total, 148 mil metros quadrados de área construída, 100 mil metros quadrados no parque de fornecedores e 50 mil metros quadrados no centro logístico.




Comentários