A CBMM investe R$250 milhões para expandir capacidade de produção

Fonte: Valor Econômico - 09/10/07

A Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM), está investindo R$ 250 milhões para expandir sua capacidade de produção. Impulsionada pelo aumento da demanda por aço, a mineradora prevê aumentar sua produção em 40%, até 2011, em Araxá (MG).

É a maior expansão da CBMM dos últimos 5 anos. 'Temos uma avaliação de que a demanda pelo nióbio continuará aumentando', diz o diretor-superintendente da CBMM, Tadeu Carneiro. 'A economia mundial crescerá, e não dá para crescer sem obras de infra-estrutura, onde o aço é o maior componente.' A expansão da CBMM será feita em duas fases.

A 1ª elevará a produção de 70.000 t/ano para 90.000 t/ano de ferro-nióbio, que deve ser completada no 2º semestre de 2008. A 2ª aumentará para 110.000 t/ano até 2011. Segundo a CBMM, o mercado mundial movimenta hoje cerca de 85.000 t/ano de nióbio.

A CBMM, que deve faturar US$ 1 bilhão em 2007, exporta 93% de sua produção à Europa (35%), China (20%), EUA (20%) e Ásia exceto China (18%). A CBMM é responsável por 80% da produção do mundo e compete com a sul-africana Anglo American e a canadense Iamgold. O nióbio é vendido a US$ 28/kg, o triplo do que valia há uma década.



Comentários