Grupo SKA inaugura usina fotovoltaica e investe em energia renovável

Ao todo, o Grupo investiu em 4 usinas localizadas nos estados do RS, SC e PR, que irão fornecer energia para Grupo Dimed.

Buscando a sustentabilidade e a diminuição do impacto industrial no meio ambiente, a usina fotovoltaica Arno II foi inaugurada em Montenegro (RS) no dia 05 de novembro de 2020. O feito foi realizado graças à parceria entre o Grupo SKA e o Grupo Dimed.

A produção da usina responderá pela redução da emissão de 200 toneladas de CO2 por ano na atmosfera, o equivalente ao plantio anual de 20 mil árvores e será entregue para a distribuidora de energia RGE a fim de compensar o consumo de energia de 40 lojas Panvel, pertencentes ao Grupo Dimed. 

O Grupo SKA foi responsável pela captação de recursos e a ERB Energia Regenerativa do Brasil foi designada para o comando executivo da implantação, operação e manutenção da Usina. 

O investimento total nas unidades será de cerca de R$ 20 milhões. Situadas em Montenegro e Rosário do Sul (RS), Mondai (SC) e Santo Antônio do Sudoeste (PR), as usinas gerarão, juntas, mais de 7 milhões de kWh/ano e possibilitarão a compensação do consumo de energia de 168 das 465 lojas Panvel. O impacto para o meio ambiente será a redução da emissão de 844 toneladas de CO2 por ano na atmosfera, o equivalente ao plantio anual de 84 mil árvores. Todas as usinas estarão operando até o final de 2020.

“Vemos o investimento nas usinas como um passo importante para ressaltar a missão de tornar a indústria como um todo mais sustentável, gerando e fomentando o desenvolvimento da economia através da geração de energia limpa e renovável”, destaca Siegfried Koelln, CEO do Grupo SKA.

As vantagens da energia solar 

O baixíssimo impacto no ecossistema local e sua contribuição para mitigar o aquecimento global estão entre as principais vantagens da energia solar. Além disso, reduz perdas nas linhas de transmissão e distribuição e aumenta a estabilidade no nível e tensão da rede durante o horário de pico. 
 
Com estes fatores, o mercado de energia solar está em crescimento no Brasil. De acordo com a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR), entre janeiro e maio de 2020 foi instalado cerca de 1 gigawatt (GW) de geração solar fotovoltaica do Brasil, fazendo com que o país alcançasse a marca de 5,5 GW de potência. A expectativa é de que a instalação de placas solares deverá quadruplicar no Brasil até 2029.




Comentários