Com investimento de mais de USD 7 milhões, CBC inaugura nova fábrica de munições

A Companhia Brasileira de Cartuchos (CBC), Empresa Estratégica de Defesa e líder mundial em munições, inaugurou nesta sexta-feira (23) uma nova fábrica exclusiva para o calibre .22LR na unidade de Ribeirão Pires (SP).

O investimento de mais de USD 7 milhões irá praticamente triplicar a capacidade produtiva, passando dos atuais 80 milhões de munições .22/ano para 220 milhões/ano. Em termos de performance do produto, a nova fábrica elevará a um novo padrão de qualidade e desempenho, trazendo ganhos expressivos em precisão e uniformidade, igualando os cartuchos .22 da CBC aos melhores produtos do segmento no mundo.

O evento de inauguração, primeiro realizado também online pela empresa, contou com a participação presencial ou virtual de diversas autoridades, entre eles o prefeito de Ribeirão Pires, Adler Kiko Teixeira, os deputados federais Luiz Philippe de Orléans e Bragança e Alexis Joseph Steverlynck Fonteyne, o Comandante Militar do Sudeste do Exército Brasileiro, General Eduardo Antonio Fernandes, o General de Divisão Luis Antônio Duizit Brito, atletas renomados do esporte do tiro no Brasil, como Alexandre Galgani, Cassio Rippel, Felipe Wu e Geraldo Rosenthal, entre outros importantes representantes do setor.

Na ocasião, foi possível conhecer, por meio de um tour virtual, a nova fábrica, que conta com maquinários de última geração, desenvolvidos em conjunto no Brasil, Itália e Bélgica.

De acordo com Fábio Mazzaro, presidente da Companhia Brasileira de Cartuchos, "a nova fábrica comprova o propósito da CBC de investir sempre em novas tecnologias e modernos equipamentos para assegurar à companhia sua posição de líder mundial no mercado de munições. Esse é o nosso compromisso com os clientes no mundo inteiro. Nos últimos cinco anos investimos mais de USD 185 milhões em aquisições, ampliação e modernização das fábricas/linhas de produção da CBC, gerando mais de 2.000 empregos no Brasil".


Continua depois da publicidade


Com tecnologia de ponta, rigorosos processos de controle de qualidade e aumento de produtividade, a nova fábrica permitirá a CBC atender à crescente demanda nacional e internacional, entregando produtos de alta performance e precisão, além de conquistar novos mercados.

"A demanda internacional pelo calibre .22 é gigantesca e a nova fábrica colocará a CBC entre os maiores produtores do mundo. Este novo portfólio de produtos representa uma adição importante para a Magtech, marca da CBC para exportação. A inauguração da nova fábrica vai permitir uma ampliação significativa da empresa no mercado internacional", afirma o vice-presidente de vendas e marketing internacional da CBC, Fernando Salm.

O calibre .22LR, em termos de unidades vendidas, é considerado o mais popular do mundo. Costuma ser utilizado em competições de tiro de várias modalidades, em treinamentos e em momentos de lazer. Sua versatilidade, baixo estampido e recuo, são algumas das razões que colaboram para que esse cartucho seja a melhor opção para iniciantes no tiro esportivo e o tornam o mais vendido.

O lançamento do novo portfólio de munições .22 da CBC, previsto para o mês de novembro, acontece em um momento especial para o segmento, de crescimento e de grande visibilidade do esporte do tiro brasileiro. Este é também o ano em que o país comemora 100 anos da primeira medalha olímpica de ouro brasileira, conquistada no tiro esportivo por Guilherme Paraense, do Exército Brasileiro, em 3 de agosto de 1920.

Para o vice-presidente comercial e de relações institucionais da CBC, Salesio Nuhs, "a nova fábrica de munições calibre .22 reforça a posição da companhia como líder mundial em munições e reflete o compromisso permanente da empresa em atender às necessidades dos consumidores, garantir aos atiradores um treinamento em condições de igualdade com os melhores do mundo e contribuir para melhores resultados do Brasil em competições".




Comentários