Ford apresenta a quarta geração de veículos autônomos de teste

Os avanços de engenharia do modelo incluem novos sensores com maior alcance e precisão e bateria de capacidade ampliada

A Ford introduziu a quarta geração de veículos autônomos de teste, construídos em parceria com a Argo AI sobre a plataforma do Escape híbrido – veja o vídeo. Com vários avanços na tecnologia de sensores e computação, o modelo será gradualmente integrado aos centros de teste da marca nos EUA – em Austin, Detroit, Miami, Palo Alto, Pittsburgh e Washington D.C. – junto com os cerca de 100 Fusion híbridos atuais para desenvolver seu futuro serviço de veículos autônomos.

“Muitas peças diferentes precisam se encaixar para criar um serviço de veículos autônomos confiável e de escala, que agregue valor aos clientes e às cidades onde operam”, diz John Davis, engenheiro-chefe da divisão de carros autônomos da Ford. “Com o novo veículo de teste de quarta geração, temos uma base forte para sustentar esse projeto”.

Todos os componentes incorporados ao veículo de nova geração têm como foco o lançamento comercial do serviço de veículos autônomos da marca em 2022 – adiado em um ano devido à pandemia. Além de novos sensores e um sistema refinado de limpeza, seus avanços de engenharia incluem uma bateria com maior capacidade.

Um novo sistema LiDAR de longo alcance, com resolução maior e 128 feixes de detecção, ajuda a melhorar a visão 360 ​​graus. Ele é acompanhado por um novo conjunto de câmeras e LiDAR de curto alcance voltado para a frente e as laterais do veículo, complementado por um segundo conjunto direcionado para a traseira.

Para alimentar todos esses sensores e os sistemas de computação de última geração, a bateria de alta tensão do Escape Hybrid foi modificada com células adicionais e um sistema de refrigeração a líquido. Além de fornecer a energia necessária para o sistema autônomo, ela ajuda a reduzir o consumo de combustível.

Os engenheiros da Ford refinaram também o sistema de limpeza para manter os sensores livres de chuva, sujeira e insetos e garantir que o veículo autônomo possa “ver” o mundo ao seu redor sob diferentes condições. Esse arsenal inclui novos jatos de ar, bicos de pulverização de água sob pressão e revestimentos hidrofóbicos para desobstruir a visão das lentes e sensores.


Continua depois da publicidade


“Paralelamente, continuamos a construir, testar e fortalecer nossa estratégia de operação de frota junto com a Argo AI para lançar um serviço de veículos autônomos seguro, confiável e acessível, criado para ser líder do setor no transporte de pessoas e mercadorias”, completa John Davis.




Comentários