NSK aposta em tecnologia para o setor sucroenergético

Empresa atende alguns dos principais grupos do segmento com produtos capazes de trabalhar sob condições de altas cargas e rotações operacionais.

A NSK, uma das líderes mundiais na fabricação de rolamentos, tecnologia linear e sistemas de direção, destaca sua atuação no segmento sucroenergético, apostando na tecnologia dos rolamentos autocompensadores de rolos esféricos da série HPS, atendendo alguns dos principais grupos do setor concentrados na região de Ribeirão Preto (SP), importante polo sucroenergético do país.  

A tecnologia HPS (High Performance Series) traz inovações tecnológicas no design do produto e no processo de fabricação do aço rolamento, onde os tratamentos térmico e de termoestabilização ocorrem em temperaturas maiores do que com rolamentos da série convencional. Tudo isso para trazer um produto que seja capaz de trabalhar sob condições de altas cargas (ex: redutores planetários - eixo de saída) e altas rotações operacionais (ex: desfibradores / picadores).

O HPS utilizado nos rolamentos autocompensadores de rolos esféricos também é base para outros tipos de produtos. Os rolamentos de contato angular por exemplo, também da série HPS, são totalmente indicados para as centrífugas utilizadas no processo de fabricação de açúcar.

Programas AIP e BTC trazem tecnologia, aumento de produtividade e redução de custos

Um dos diferenciais da NSK para o resultado no segmento é com relação ao atendimento técnico fundamentado pelo AIP (Programa de Gestão de Ativos). O AIP, contempla um escopo abrangente, com um menu especializado de serviços que contemplam atividades como:

  • Mapeamento dos processos e conversão de códigos dos itens críticos;
  • Suporte de engenharia, com o objetivo de identificar a causa raiz, que impede o equipamento atingir um nível de performance excepcional;
  • Capacitação técnica para os mecânicos e Engenharia de Confiabilidade;
  • Suporte dedicado a todos os serviços que envolvam Inspeção de rolamentos e acompanhamento de montagem.

A NSK disponibiliza, também, seu laboratório técnico, o BTC (Brazilian Technology Center), fornecendo aos clientes uma análise de falha de material ou lubrificante mais aprofundadas.


Continua depois da publicidade


Os cost savings nesse setor são fundamentais, pois, caso ocorra, por exemplo uma parada emergencial de um Difusor de Cana, em função de uma falha prematura de rolamento, é primordial entender qual a causa. Ou, iniciar a colheita de uma safra sem ter a segurança de que o rolamento instalado no desfibrador pode aguentar. Com o AIP, a NSK faz todas as verificações, revisões de engenharia e tudo para dar essa segurança aos clientes.

“Mesmo no cenário da COVID-19 percebemos que o segmento sucroenergético está, literalmente, "moendo" a pandemia. Já estamos participando de várias reuniões com nossos clientes, com o intuito de nos prepararmos para um período de muita turbulência no segmento, que é o da entressafra. As agendas de nossa engenharia já estão tomadas com inspeções focadas nos principais rolamentos aplicados no segmento nos próximos 3 meses que estão por vir. Nossa expectativa é muito boa e temos a certeza de que muitos bons negócios estão por vir, além de um maior relacionamento de confiança com esses clientes,” ressalta Marcelo Torquato, Diretor de Vendas Industrial e Aftermarket da NSK Brasil.

Tópicos:



Comentários