Uso do inox cresce no mercado de tubos e bombas

Fonte: Assessoria Núcleo Inox - 05/10/07

Para difundir as vantagens que o aço inox oferece através de uma ampla gama de aplicações, o Núcleo Inox e seus associados, Acesita, Jati Serviços, Mecanochemie,  Weld-Inox, participaram da Tubotech – Feira Internacional de Tubos, Válvulas, Conexões e Componentes, uma das cinco maiores feiras do mundo para o setor, que se encerrou ontem (4), no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo.

O mercado de tubos de aço, bombas, motobombas, válvulas industriais, trefilação e laminação de metais gerou uma receita de US$ 6,1 bilhões em 2006. Para o Núcleo, o evento foi uma oportunidade importante por aproximar o mercado consumidor qualificado dos fornecedores.

A possibilidade de ampliação do uso de aço inoxidável no mercado brasileiro é promissora nos mais diferentes setores, como construção civil, indústrias petroquímicas, alimentos e saneamento básico.

Para Arturo Chao Maceiras, diretor executivo do Núcleo Inox, a excelente resistência à corrosão; elevada resistência mecânica; boa soldabilidade; ótima conformabilidade comparada a outros metais fazem do inox um produto ideal para um grande número de aplicações nos mercados focados pelo evento.

Além disso, a atual preocupação do mercado consumidor com produtos sustentáveis vai incentivar o uso do inox, já que objetos de aço inoxidável nunca se tornam lixo ao final de sua vida útil, pois, separados e recuperados, o ferro, cromo, níquel e molibdênio que compõem a liga do inox entram novamente no processo de fabricação. Atualmente, qualquer objeto de aço inoxidável tem um conteúdo reciclado médio de 60%, o que não altera a qualidade do produto final.



Comentários