Starrett investirá R$ 40 milhões no Brasil e aumentará em 20% sua mão de obra até 2021

Investimentos darão suporte à unificação de toda a fabricação mundial de serras da empresa, na planta de Itu (SP).

A Starrett, uma das maiores fabricantes de ferramentas do mundo, investirá até o final de 2021 cerca de R$ 40 milhões em sua fábrica instalada em Itu, no interior de São Paulo. O aporte dará suporte à unificação de toda a fabricação de serras copo, serras de fita bimetálicas e serras de fita de carbono (DFB), que hoje é dividida entre as unidades da Escócia e do Brasil.

Segundo o presidente da Starrett Brasil, Christian Arntsen, a operação faz parte de uma estratégia mundial da empresa para tornar a marca ainda mais competitiva globalmente, optando por investir no Brasil e tornando a fábrica no País a responsável por fornecer diretamente toda a linha de serras para Centros de Distribuição espalhados pelo mundo e para outras plantas do L. S. Starrett Co..  

"A intenção da empresa é continuar investindo em P&D no Brasil, para prosseguir no desenvolvimento de tecnologia de última geração. Reflexo do excelente trabalho da equipe da Starrett no País, que deu segurança ao conselho para fazer tamanho investimento e concentrar toda a produção de serras na unidade de Itu, o que gerará ainda um aumento de 20% da mão de obra direta”, comenta Arntsen.

Atualmente, a Starrett do Brasil representa cerca de 30% do faturamento do Grupo no mundo, e detém em média mais de 30% de marketshare em suas linhas de serras no País.




Comentários