Setor metalmecânico ajuda a puxar contratações na indústria catarinense

Em agosto, a indústria de Santa Catarina abriu 12,4 mil novas vagas, mostram os dados divulgados pelo Ministério da Economia, nesta quarta-feira, dia 30. Entre os setores que puxaram o desempenho positivo no segmento de transformação, que gerou 11,1 mil vagas no mês, estão produtos têxteis (1.766 vagas), confecção de artigos do vestuário e acessórios (1.015 vagas), produtos de borracha e material plástico (1.695 vagas), produtos de metal (806 vagas), produtos alimentícios (886 vagas), produtos de madeira (674 vagas), máquinas e equipamentos (608 vagas), produtos minerais-não metálicos (601 vagas) e veículos automotores, reboques e carrocerias (435). O segmento de construção teve saldo positivo de 1.295 vagas. Veja a tabela abaixo.

Tabela: FIESC

“A abertura de vagas ocorreu em praticamente todos os setores da indústria, inclusive em atividades como autopeças, que foi severamente afetada pela pandemia. Isso é mais uma mostra de que a economia catarinense está em recuperação, liderada pela indústria”, afirma o presidente da FIESC, Mario Cezar de Aguiar. “No início, esperávamos que a pandemia fosse mais curta e que seus impactos econômicos fossem mais fortes. O que se viu, contudo, é que ela está sendo mais demorada, e com os impactos menores. E, nesse sentido, é importante valorizar as medidas adotadas pelo governo federal para reativar a economia”, completa.




Comentários