Grupo Açotubo investe R$ 23 milhões em nova estrutura da Divisão Conexões

Com 7 mil m² e tecnologia de ponta para agilizar a operação e controlar estoque, unidade tem foco em economia e otimização logística.

Seguindo com uma série de investimentos programados para este ano, mesmo com o cenário atípico instalado pela pandemia de Covid-19, o Grupo Açotubo, maior distribuidor no atendimento ao varejo do ramo siderúrgico da América Latina, anuncia a inauguração de uma nova área para a Divisão Conexões, que nasce com o objetivo de ser uma unidade modelo em organização, processos e redução de custos, em um espaço de 7 mil m².

Com investimento total de R$ 23 milhões, sendo R$ 17 milhões para a aquisição do imóvel e R$ 6 milhões para reforma e instalações, o empreendimento terá papel fundamental na otimização logística. Marcelo Pereira, Gerente  Industrial, explica que o antigo prédio tinha uma área total semelhante, mas, pelo posicionamento em esquina, a planta era recortada e cheia curvas, além do pé direito baixo. Já o novo tem divisões internas melhor aproveitadas e 9 metros de pé direito, o que traz benefícios de armazenagem. “Isso significa uma diferença de 50% em relação ao imóvel anterior, o que aumentou nossa capacidade de verticalização do estoque”, diz.

Tecnologia de ponta

O sistema de armazenamento bem arquitetado permite uma localização muito rápida das peças. Controle por terminais e coletores automáticos de última geração garantem um processo com alto grau de precisão. “Também temos niveladoras de docas automáticas agora. Antes, só uma adaptação feita para o recebimento de containers. Os descarregamentos aconteciam em Santos e a carga já subia seca. Hoje, otimizamos estes custos fazendo todo o processo dentro da unidade com maior rapidez e economia”, conta Marcelo. “A implementação de diversos recursos tecnológicos chega como suporte às equipes”, complementa.

Comercial e Vendas

Neste período atípico, muitas empresas decidiram continuar os investimentos aprovados antes da pandemia, o que beneficiou a divisão de Conexões, elevando os resultados. “Com a inauguração da nova área, queremos reverter o ganho de capacidade em aumento de negócios para o Grupo”, continua Marcelo.


Continua depois da publicidade


A localização do novo espaço dentro da matriz também deve refletir positivamente nas experiências de compra e venda, com a retirada dos produtos em um único local. “Isso facilita demais para o cliente que precisa de tubos de condução de aço, mas decide levar acessórios”, explica Carlos Figueira, Gerente Nacional de Vendas.

O executivo lembra, ainda, que a sinergia entre os produtos e a condução dos processos devem ser potencializadas com a nova área. “Estamos explorando tudo isso de maneira bem positiva, seja em negócios de maior ou menor porte. A expectativa é manter o ritmo de crescimento, assim como aumentar o portfólio da divisão e encerrar 2020 com resultados significativos”, finaliza.




Comentários