Alstom expande sua experiência em sistemas de frenagem com a aquisição do Ibre


Continua depois da publicidade


A Alstom está dando um novo passo na implementação de seu plano estratégico AiM (Alstom in Motion) na França com a aquisição do Ibre, uma empresa especializada no desenvolvimento, fabricação e fornecimento de discos de freio de ferro fundido ou de aço para trens de alta velocidade, intermunicipais, regionais e suburbanos, elétricos e metropolitanos. A Alstom e o Ibre já tinham uma longa relação de trabalho em projetos para a SNCF, empresa pública responsável pela gestão da malha ferroviária na França.

Com a aquisição, a Alstom reforçará suas capacidades internas em relação aos sistemas de freios ferroviários, essenciais para o desempenho dinâmico geral dos trens.

O Ibre emprega cerca de 30 pessoas na sua fábrica de Sens, na região de Bourgogne Franche Comté, e teve um volume de negócios de aproximadamente 10 milhões de euros em 2019. É uma empresa de âmbito internacional, com mais de metade das suas vendas na França, distribuídas entre os mercados de equipamento original e de reposição. O restante da produção atende principalmente aos mercados da Áustria, Austrália, Bélgica, Escandinávia, Inglaterra, Índia e Alemanha.


Continua depois da publicidade


"Essa aquisição representa um potencial de desenvolvimento muito promissor para o Ibre e seus funcionários e está em linha com a estratégia da Alstom de ampliar seu know-how", diz Jean-Baptiste Eyméoud, vice-presidente sênior da Alstom França.

Os discos de freios ferroviários são um dos componentes críticos do sistema de frenagem. A aquisição do Ibre pela Alstom representa uma oportunidade única para ampliar sua oferta. Os produtos Ibre serão oferecidos como equipamento original e como parte de contratos de manutenção. Após a conclusão da transação, que ocorreu em 30 de junho, a empresa, renomeada "Alstom Ibre", torna-se uma subsidiária integral da Alstom.




Comentários