Empresa de embalagens investe R$ 5,3 milhões em nova fábrica no ES


Continua depois da publicidade


A P2A Embalagens Ltda iniciou a instalação da sua planta fabril no município de Linhares (ES) com investimento na ordem de R$ 5,3 milhões. O anúncio foi feito na semana passada (01/06) pelo prefeito de Linhares, Guerino Zanon. A empresa paranaense produzirá papel ondulado para embalagens e vai gerar na sua primeira fase de operação, prevista para janeiro de 2021, 35 empregos diretos e outros 50 indiretos.

O empreendimento fica localizado no distrito de Bebedouro, às margens da ES-440, e contará com 1.500 metros quadrados de área construída. Os serviços de limpeza do terreno e ampliação do barracão existente no local já começaram e a expectativa é gerar, nessa etapa, 25 empregos diretos e indiretos, segundo o Diretor Comercial da empresa, Alexandre da Fonseca.

De acordo com Fonseca, a escolha pelo município se deve à sua localização privilegiada, estrutura de saúde e educação, além da economia diversificada do estado e do município, e a proximidade de portos e aeroportos.

O material fabricado é utilizado em indústrias de móveis, por exemplo, e, nessa primeira fase, a expectativa é atender o pólo moveleiro local. “Há oito anos entregamos em Linhares material para a indústria moveleira e achamos que havia chegado a hora de estar mais perto, gerar emprego e renda e, também, fortalecer e reduzir os custos da embalagem ao setor. Vemos a cidade com grande potencial, com o mercado em crescimento sustentável, e pouco explorado por esse ramo de atividade”, informou o diretor.


Continua depois da publicidade


Fonseca pontuou que a empresa está há dez anos no mercado e possui uma unidade em Sabáudia (PR), onde produz papel e bobinas onduladas, e outra em Júpia (SC), com a produção de papel e papel ondulado, 100% reciclado. “A empresa se preocupa com o meio ambiente e 90% da matéria-prima é reciclada e, 100% da nossa produção será de papel ondulado 100% reciclado, que não gera resíduos ao meio ambiente”, destacou o representante da empresa.

A proposta da empresa é trabalhar, na segunda fase do projeto, junto às associações para comprar também papelão dos catadores locais. Os materiais deverão ser encaminhados a uma empresa terceirizada para transformação em matéria-prima a ser utilizada pela P2A Embalagens.




Comentários