Expo Sucata movimenta indústria de reciclagem

Sâo mais de 15 países expositores e a expectativa é atrair dois mil visitantes

Fonte: CIMM com informações da Assessoria 2Pró Comunicação - 25/09/07

A Expo Sucata 2007 - Feira e Congresso Internacional de Negócios da Indústria da Reciclagem de Sucatas, acontece entre os dias 25 e 27 de setembro no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo.

Este é o ponto de encontro anual dos especialistas em comércio, logística, preparação, processamento e consumo de sucatas. A segunda edição do evento busca ampliar o debate sobre a situação do mercado de reciclagem e identificar as necessidades do setor.

“Ano passado foi mais institucional, este ano a Expo Sucata vem para falar de negócios. O catador vê o valor econômico da sucata e nós também. Nosso compromisso é com o mercado, estamos bem focados para levar informações relevantes a todos os profissionais da área”, afirma o organizador do evento, Adriano Assi. 

O evento é o mais importante da América Latina e reúne expositores de 15 países, entre eles, Estados Unidos, Argentina, França, Itália, Venezuela e Espanha. Segundo a organização, o número de expositores cresceu 200% e a extensão de área aumentou 10 vezes em relação ao ano passado. “A Expo Sucata já é referência no setor e tem caráter internacional. A tendência é crescer e construir um mercado de profissionais. A expectativa é positiva, esperamos atrair mais de dois mil visitantes”, comenta Assi.

"A indústria de reciclagem é forte e até agora não tinha oportunidade de mostrar a cara, mostrar quem realmente faz a reciclagem no país. E claro, buscar soluções para o setor crescer ainda mais. A Expo Sucata 2007 é um evento que está no nível de sua representatividade no país”, ressalta Assi.  Tanto que é a primeira vez que grandes empresas do setor vêm ao Brasil para discutir o assunto. É o caso da alemã Steinert, a italiana Bano, espanhola Imabe Ibérica, francesa MTB Recycling - P. Martins, as americanas Al-Jon e Gensco, entre outras.

A Indústria de Reciclagem

A indústria da reciclagem de sucatas movimenta três bilhões de dólares por ano no Brasil. Em 2005 o segmento de comércio e reciclagem de sucatas reaproveitou mais de 5,5 milhões de toneladas de sucata originadas no consumo residencial. Ainda há muito espaço para que os negócios sejam ampliados.

Segundo dados levantados pela ECOBRASIL Editora, promotora do evento, menos de 6% das cidades brasileiras contam com coleta seletiva municipal, mas há profissionais do comércio de sucatas em praticamente 100% dos municípios. A grande São Paulo concentra cerca de 50% da força da reciclagem de todo país.

Diferente do que muitos pensam, este não é um seguimento que explora as pessoas. Há décadas as empresas de comércio, processamento e consumo de sucatas gera milhares de empregos diretos e indiretos, divisas para o país ao exportar sucatas, além de reduzir o custo de coleta e destinação final de lixo para os municípios. Também aumenta a vida útil dos aterros, promove a economia dos recursos naturais e distribui renda entre a população menos favorecida.

Para reforçar a importância do setor, Adriano Assi afirma que não existe sustentabilidade sem a reciclagem. “Digo que a reciclagem é quem sustenta todo o discurso ambiental, do que se fala sobre economia de recursos, desenvolvimento sustentável, responsabilidade social e aquecimento global”.

AGENDA

Expo Sucata 2007 - Feira e Congresso Internacional de Negócios da Indústria da Reciclagem de Sucatas
Data: 25 a 27 de setembro de 2007
Horário: das 12h às 20 horas
Local: Centro de Exposições Imigrantes – Rodovia dos Imigrantes, km 1,5 – São Paulo

Para mais informações, visite o site:  www.exposucata.com.br



Comentários