Como incluir uma empresa tradicional para o mundo online

Photo by unknown

Fazer a transição de uma empresa tradicional para o mundo online é algo que praticamente qualquer companhia terá que realizar algum dia. Com a importância cada maior do ramo digital, iniciar o quanto antes esse processo de inclusão do seu negócio para o site e as redes sociais é fundamental para não ficar para trás.

Se você é dono de alguma padaria, barbearia, restaurante ou algum outro tipo de estabelecimento tradicional e com relevância histórica na sua cidade ou bairro, siga essas dicas expostas abaixo para realizar a incorporação do mundo digital no seu modelo de negócio.

Exemplos de transição do físico para o online

Um grande exemplo de como fazer uma transição bem-sucedida do mercado físico para o online está no ramo dos cassinos. Esse tipo de entretenimento existe há séculos e a globalização da internet com a inovação constante da publicidade possibilitaram com que os jogos fossem também disponibilizados no mundo digital.

site de roleta Betway Online Cassino é um excelente caso que mostra como a praticidade da internet tornou possível o sucesso de ter um empreendimento online que replica um modelo de negócio que por séculos só era possível ser praticado em espaço físico.

O setor da barbearia também é outro que teve que se adaptar com a internet. Se antigamente era necessário ligar para o atendente para combinar o corte, hoje a maioria dos grandes estabelecimentos conta com atendimento online e durante todos os dias da semana.

Explorar a credibilidade da marca

Uma das grandes vantagens de ter uma empresa respaldada e com tradição no mercado é poder usar a sua credibilidade para alavancar o seu crescimento ou solidificar o status no ramo.


Continua depois da publicidade


Quando uma empresa de tradição faz a transição para o mundo online, a seriedade é um dos seus maiores pilares para angariar novos clientes e uma das melhores maneiras de explorar a credibilidade está logo na escolha do logotipo.

Para a internet, se a sua empresa for antiga, procure por utilizar uma variação clássica do logotipo para algo que remeta segurança e credibilidade — há alguns “truques” para tal, como por exemplo utilizar o ano da fundação na imagem da marca.

Outra maneira de explorar a credibilidade de uma empresa tradicional na internet é enfatizar as raízes do negócio em alguma página especializada no website. Isso é algo muito frequente em vinícolas, visto que há muitas delas com dezenas de anos de mercado e normalmente elas dão muito valor para uma página apropriada do “Quem Somos”.

Contratar empresas terceirizadas para auxiliar na transição

Um dos maiores erros comuns na internet é achar que uma pessoa sem experiência tem a capacidade ideal de conduzir uma rede social ou realizar a construção de um website sem ter a menor noção para tal.

Portanto, um dos passos fundamentais para integrar o negócio da sua empresa no mundo online é contratar profissionais que são capacitados. Designer gráfico, consultor de redes sociais e programador de website são alguns dos funcionários ideais para esse trabalho.

Se a sua empresa não contar com o orçamento necessário para fazer tudo como manda o manual, procure por fechar o pacote de construção de site e gerenciamento de rede social com apenas uma pessoa, pois dessa maneira é mais fácil obter desconto e abaixar os custos.

Não tente abraçar o mundo

Outro erro frequente nesse processo de transição é tentar abranger várias mídias sociais dentro do seu negócio. Se você é dono de um restaurante, por exemplo, no início contente-se apenas em ter um bom Instagram, um site confiável e uma parceria com algum site de entrega.

Tentar fazer demais, como Twitter, Snapchat e outras redes sociais pode se tornar uma situação de tiro pela culatra. Lembre-se que não é fácil atualizar as plataformas constantemente e o risco de deixá-las às moscas é muito prejudicial ao negócio.

Faça questão que sua clientela tradicional saiba da empreitada online

Photo by unknown

A chegada no mundo online não pode ser uma ação isolada no seu ramo de negócios, portanto, o ideal é fazer com que a sua clientela do “mundo real” fique por dentro da inclusão no ramo digital.

Dessa forma, uma padaria, por exemplo, pode colocar um aviso de boas-vindas do novo site ou rede social da empresa dentro de cada sacola de vendas. Com isso, o cliente eventualmente acaba tendo contato com a novidade através de um pequeno papel.

O custo para ações como essa é muito pequeno e a ideia pode ser incorporada em praticamente qualquer ramo de negócio.

Firme parcerias com empresas que já são conhecidas no mundo online

Por último, outra dica valiosa é procurar por realizar networking intenso, pois as parcerias podem render bons frutos no ramo online. Entrar de maneira totalmente “crua” nesse ramo pode ser complicado, visto que a concorrência digital normalmente é pesada para empresas tradicionais da área da barbearia, culinária, limpeza geral e etc.

Como exemplo de parceria, você pode pagar para veicular um anúncio em um site ou rede social de outra empresa que tenha um alcance bem maior que a sua — esse tipo de investimento pode ajudar a angariar novos clientes. O marketing de conteúdo também é outra estratégia interessante.

Tópicos:



Comentários