Empresa chinesa negocia investimento de R$ 10 milhões para a construção de fábrica de drones em Uberaba

Prefeitura vai conceder incentivos econômicos e área para instalação. Indústria vai gerar 215 empregos diretos e indiretos.

Uberaba vai receber uma unidade da empresa chinesa Shennong Drones. A negociação para concessão de área e incentivos fiscais foi anunciada pelo município na última semana. O investimento dos chineses será de R$ 10 milhões na construção da fábrica e deve gerar cerca de 215 vagas de trabalho diretas e indiretas.

De acordo com a Prefeitura, a empresa já possui um escritório no centro de inovação Celeiro, ligado as Faculdades Associadas de Uberaba (Fazu), e a fábrica será instalada no Parque Tecnológico.

Empresa desenvolve produtos para as áreas de segurança, atuação militar, monitoramento e manutenções — Foto: MPMT/Divulgação
Empresa desenvolve produtos para as áreas de segurança, atuação militar,
monitoramento e manutenções - Foto: MPMT/Divulgação

“Eles escolheram Uberaba não só para fazer negócios, mas também para viver. Criamos um relacionamento positivo em que a empresa e o município atuam passo a passo na consolidação das etapas, conforme o cronograma que necessitam, e o pedido da área para instalação da indústria é mais um importante passo”, informou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Inovação, José Renato Gomes.
Segundo o governo municipal, atualmente, as peças utilizadas pelos drones produzidos pela empresa no Brasil são importadas da China e a expectativa é que 90% dos componentes passem a ter origem brasileira. Além disso, a parceria entre a Shennong e o município deve incentivar a pesquisa.


Continua depois da publicidade


“Não é apenas uma fábrica. Trata-se também de um campo experimental de experiências e desenvolvimento para drones e VANTs [Veículos Aéreos Não Tripulados]. Já estamos vivenciando o futuro”, acrescenta Raquel Resende, gestora do Parque Tecnológico de Uberaba.

A empresa desenvolve produtos para as áreas de segurança, atuação militar, monitoramento e manutenções. Os drones chineses são utilizados ainda no agronegócio, como por exemplo, em pulverizações, análise de lavouras e demarcação de plantios.

Tópicos:
              



Comentários