DAF confirma produção de caminhão semipesado no Paraná

A DAF lançará a versão rígida nacional da linha CF, cujo primeiro produto, um cavalo-mecânico, começou a ser produzido em Ponta Grossa (PR) há quatro anos. A nova opção semipesada é a principal atração da marca na 22ª edição da Fenatran, Salão Internacional do Transporte Rodoviário de Carga, que acontece de 14 a 18 de outubro no São Paulo Expo, em São Paulo.

Carlos Ayala, presidente da montadora, não revela, porém, qual o prazo para que o CF rígido, exibido em duas versões na mostra paulistana, saia da linha de montagem paranaense, que já acumula mais de 7 mil caminhões fabricados em seis anos de operação. “Em breve”, preferiu resumir.

Além de preparar o complexo paranaense para o início de produção de mais um produto da linha CF, a empresa está investindo na construção de seu centro de distribuição no próprio site da fábrica. Serão 16 mil m² que abrigarão 98% das peças e componentes que compõem o portfólio das linhas DAF, Paccar e de TRP, dedicada à reposição.


Continua depois da publicidade


Segundo Ayala, a nova estrutura deve ser inaugurada em abril de 2020 e consumirá R$ 100 milhões. É o segundo maior investimento da empresa desde que chegou ao  País, inferior apenas aos US$ 320 milhões iniciais destinados  ao começo das operações e à construção da fábrica.

O principal executivo da DAF reforçou que a empresa trabalha para deter, no médio prazo, 10% de participação do mercado sul-americano, somando ainda os caminhões da Kenworth, marca americana também pertencente ao Grupo Paccar.

De janeiro a setembro, a montadora negociou cerca de 2,4 mil caminhões no mercado brasileiro, crescimento da ordem de 42% frente ao resultado obtido em igual período do ano passado. O volume já supera os pouco mais de 2,3 mil veículos emplacados ao longo de 2018o ano e que representaram 5,9% do segmento de caminhões pesados.

Luís Gambim, diretor comercial, lembra que, para sustentar esse desempenho e avançar em participação, a DAF está ampliando seus pontos de atendimento e vendas no Brasil. Até dezembro, a rede da marca contará com 28 concessionárias e 9 lojas de serviços autorizados, que cobrirão  95% do território nacional.




Comentários