Empresários e técnicos visitam o primeiro dia da Intermach

Fonte: CIMM com informações da Assessoria de Imprensa da Intermach - 12/09/07

Em seu dia de abertura, a 6ª edição da Intermach recebeu a visita de técnicos e empresários da Indústria Metal-Mecânica de todo o país. Também contou com a presença do governador de Santa Catarina, Luiz Henrique da Silveira e o prefeito de Joinville, Marco Antônio Tebaldi, entre outras autoridades.

Com 450 expositores reunidos no Pavilhão da Expoville em Joinville (SC), a feira se caracteriza como um ambiente propício para a exibição de novas tecnologias, entre máquinas e equipamentos, além de proporcionar a oportunidade de negócios entre os empresários do setor.

Segundo Richard Spirandelli, gerente de marketing da Messe Brasil, empresa responsável pela organização da Intermach, a estimativa é que cerca de 35 mil pessoas visitem a feira. A expectativa de margem de negócios também é alta, considerando os números da edição passada que teve um resultado de movimentação financeira da ordem de R$138 milhões no período de seis meses após o evento.

De acordo com o diretor da Messe Brasil, Luiz Roberto Lepeltier, a feira já está consolidada como uma das principais vitrines para o setor metalmecânico, pois reflete a capacidade do setor, seus avanços, intercâmbio de conhecimento e acesso às novas tecnologias. O setor representa hoje 70% das exportações catarinenses. Para o governador de Santa Catarina, Luiz Henrique da Silveira, “a Messe é responsável pela inserção de Joinville no cenário das feiras nacionais e internacionais”.

Paralelamente a Intermach, acontece a sexta edição do Cintec Mecânica e Automação – Congresso de Inovação Tecnológica, desenvolvido pela Sociedade Educacional de Santa Catarina (Sociesc). 19 palestras, sendo três com palestrantes internacionais, e mini cursos fazem parte da programação do congresso.

Outro evento que está sendo realizado em conjunto com a Intermach é a 35ª Sulcontrata, feira de subcontratação industrial. Organizada pela Bolsa de Negócios/Subcontratação de Santa Catarina, entidade sem fins lucrativos, tem o objetivo de promover a integração de micro, pequenas e grandes empresas do estado e de todo Brasil.

“Buscamos incentivar a troca de informações sobre oferta e procura de produtos e serviços, ajudar nesta integração. O Banco também ajuda nas negociações, oferecendo facilidades de pagamento, por exemplo”, explica Paulo Ayrton Buchmann, presidente da Bolsa.

As expectativas de negócios na Sulcontrata deste ano também são grandes. Paulo afirma que o número de expositores é 50% maior que na edição passada e que a planta do evento de 2009 já está sendo negociada.

 

Tópicos:



Comentários