Lula diz que biocombustível será nova fonte de renda e emprego

Fonte: Ambiente Brasil - 09/09/07

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou na quinta-feira (06) com o presidente de Moçambique, Armando Guebuza, no Palácio do Planalto, um acordo de cooperação que prevê a criação de um grupo de trabalho para avaliar as condições do país africano produzir biocombustível e como o modelo brasileiro de produção pode ser aproveitado.

O presidente Lula ressaltou que o biocombustível será uma nova fonte de renda e emprego para os moçambicanos, que “têm todas as condições para ajudar a atender a crescente demanda mundial por bioenergia".

Lula afirmou que o Brasil tem interesse em investir em outros setores de Moçambique, como infra-estrutura e energia. O presidente Guebuza garantiu que seu governo vai buscar melhorar o ambiente de negócios para atrair o empresariado brasileiro.

"Gostaríamos de , uma vez mais, convidar os operadores privados brasileiros a tirarem vantagens das oportunidades de investimento que Moçambique oferece em setores como transportes, infra-estrutura, indústrias culturais, turismo e agroprocessamento. O governo moçambicano continuará empenhado na melhoria do ambiente de negócios e no reforço do diálogo com o setor privado", afirmou Guebuza.

O presidente brasileiro reiterou o compromisso do Brasil ajudar na construção de uma fábrica de anti-retrovirais e a intenção de abrir uma filial da Fiocruz - Fundação Oswaldo Cruz no país africano.

Outros cinco acordos também foram assinados: para cooperação em educação à distância; formação científica de estudantes; construção de cisternas; relações internacionais e consultas políticas.

O presidente de Moçambique é convidado do presidente Lula, nesta sexta-feira (07), para assistir ao Desfile da Independência, em Brasília.



Comentários