Em tempos de trainee

Colunista: Marianna Wachelke

Recém-formados em graduação, com espírito empreendedor e muita vontade, mãos a obra! Os programas de trainees e estágios de grandes empresas estão com as inscrições abertas por toda a parte.

Apesar das poucas vagas dentre diversos candidatos - muitas vezes a proporção de candidatos passa de mil para uma única vaga -, esses programas de treinamento são ótimos para o aprendizado do candidato, uma forma de entrar numa grande empresa nacional ou multinacional e garantir um início de carreira mais estruturado. Sem esquecer que quem chega lá tem uma série de vantagens que outros profissionais demorariam alguns anos para conseguir.

No caso dos programas de trainees, o auxílio/salário fica em torno de R$ 3 e R$ 5 mil, lembrando que os benefícios e o investimento em educação que as empresas fazem nos iniciantes são os principais atrativos. Durante um até três anos, o trainee participa de cursos de gestão, conhece o mercado e os diversos setores da empresa, o lado bom é que esse novo funcionário, muitas vezes, vai direto para um cargo gerencial ou de supervisão.

Entre os meses de agosto e setembro que começam a ‘caça pelos novos talentos’, no último ano, a empresa especializada em RH do grupo DMRH contabilizou mais de 370.000 inscrições de jovens de todo o Brasil.

Fiquem atentos para o perfil desejado:

-    Recém-formado ou formado até 2005
-    Fluente em inglês (às vezes exigem conhecimento de duas línguas estrangeiras)
-    Disponibilidade de mudança de moradia para outras cidades ou até de país

Algumas das empresas que abriram vagas de estágio e trainees:

Votorantim, Grupo Gerdau, ONS, Bosch, Springer Carrier, Volkswagen, Ford, Siemens, Pirelli, TenarisConfab



Comentários