Ferramenta evita marcas no processo de dobra

Com base em elastoprene, ferramenta diminui atrito na região onde a chapa se apóia

Fonte: Bruna Tiussu- 06/09/07
Foto: Grupo Estampar Profasa

Pensando na necessidade de produzir chapas que não apresentem nenhum tipo de marca ou contaminação em suas dobras, a Estampar Profasa desenvolveu uma ferramenta inovadora que consegue proporcionar este resultado.

Com base em aço C45, a ferramenta possui um inserto de elastropene, polímero que apresenta grande flexibilidade combinada com resistência mecânica e resistência ao corte e abrasão. Este material é o responsável pelo diferencial da ferramenta: garante maior flexibilidade na conformação de diversos raios.



Tiago Silva, orçamentista do Grupo Estampar Profasa explica como o processo de dobra de chapas ocorre. “Nos processos de dobras convencionais aparecem riscos e marcas devido ao atrito localizado na região onde a chapa se apóia. Com o elastropene esta ação não ocorre, pois toda área que será dobrada ficará apoiada, tornando possível a eliminação deste ponto de apoio, o que abre a possibilidade da execução de perfis diferenciados com uma qualidade superior”.

Esta tecnologia pode ser empregada em máquinas convencionais ou CNC e, a partir dela, obtém-se uma enorme variedade de perfis com um baixo investimento em ferramental. Também diminui o tempo de setup, já que pode ser trocado apenas o elastoprene em caso de desgastes ou os cilindros para variação dos raios.

Há cerca de cinco anos no mercado, a ferramenta é um produto único no segmento. Foi projetada para a conformação de chapas de aço inox, pré-pintadas e alumínio (com espessura máxima de 1,5 mm), atendendo as indústrias automotivas, aeronáuticas, de aviação, implementos agrícolas entre outras.

Para saber mais sobre o Grupo Estampar Profasa, clique aqui.
Tópicos:



Comentários