Projeto de lei proíbe veículos a diesel, gasolina e etanol em Fernando de Noronha

Administração do Distrito firmou parceria com montadora para implantação de carros elétricos na ilha

Um projeto de lei que proíbe a circulação de veículos movidos a gasolina, diesel e etanol em Fernando de Noronha, Pernambuco, foi assinado pelo governador Paulo Câmara na última semana.

Além disso, o administrador da ilha, Guilherme Rocha, assinou um decreto firmando parceria com uma montadora francesa para a implantação de carros elétricos em Fernando de Noronha. As informações foram publicadas pela mídia local.

Se o projeto for aprovado pela Assembleia Legislativa de Pernambuco, a partir do dia 10 de agosto de 2022, carros, motos, ônibus e caminhões que emitam dióxido de carbono não poderão mais circular na ilha.

Além disso, veículos que já estão na ilha terão até 2030 para serem retirados, de acordo com o projeto. A proibição, porém, não se aplica a embarcações, aeronaves, tratores e veículos destinados a puxar ou arrastar maquinaria.

Atualmente, para que turistas entrem no Arquipélago de Fernando de Noronha, é preciso pagar uma taxa de preservação ambiental correspondente ao tempo de permanência no local, independentemente do meio de transporte utilizado.




Comentários