Emprego: indústria eletroeletrônica abre mais de 4,1 mil vagas no 1º bimestre do ano

De acordo com a Abinee, resultado recupera os níveis de outubro de 2018

O setor eletroeletrônico abriu 4.192 vagas de emprego no primeiro bimestre de 2019, segundo dados da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), com base em informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho (Caged).

Em fevereiro, o número de empregos aumentou 2.099 vagas, dando continuidade ao crescimento iniciado em janeiro (2.093 vagas). O total de empregados diretos passou de 232,2 mil em dezembro de 2018 para 236,4 mil em fevereiro.

Com o resultado do bimestre, o total de funcionários do setor retornou aos níveis de outubro do ano passado, compensando a redução ocorrida nos meses de novembro e dezembro de 2018. Apesar disso, a indústria eletroeletrônica ainda não recuperou as perdas dos últimos anos nos níveis de emprego. Em dezembro de 2014, o setor empregava 294 mil trabalhadores.

Para o presidente da Abinee, Humberto Barbato, o resultado de fevereiro traz um alento para o setor, mas ainda há muito a ser feito para que a retomada se consolide. “Precisamos urgentemente da aprovação das reformas e de outras medidas que mantenham a confiança do setor produtivo para que os níveis de emprego mantenham a tendência de expansão”, afirma.




Comentários