Exportações de máquinas agrícolas caem 24,5% no 1º bi

Por outro lado, as importações de máquinas para agricultura cresceu 32,8% no mesmo período, apontou a Abimaq

As vendas de máquinas e implementos agrícolas teve declínio de 24,5 % no mês de fevereiro em comparação com igual período de 2018. Na relação com o mês de janeiro, houve aumento de 24,3%. O fraco desempenho das vendas no mercado externo foi observado neste primeiro bimestre do ano pela recessão na economia da Argentina, que reduziu suas compras de máquinas em 55% no primeiro bimestre de 2019.

Aproximadamente 50% das exportações de máquinas e equipamentos brasileiros tiveram como destino os Estados Unidos e a Europa. Já em relação à América Latina, a participação nas vendas ao exterior atingiu 33% – o menor patamar dos últimos 10 anos.

Segundo os dados apresentados na coletiva de imprensa na sede da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq) nesta terça-feira, 26 de março, além da redução nas vendas para o Mercosul, que teve variação de -46,6%, o que também ajudou a puxar para baixo os resultados de 2019 foi a queda das exportações para China e também a países da Europa.

Por outro lado, as importações de máquinas para agricultura cresceu 32,8% no primeiro bimestre em relação ao ano anterior. No entanto, apesar da alta, houve queda de 24,6% na comparação com janeiro deste ano.




Comentários