Petrobras gastará US $ 320 milhões para cobrir parte da produção de petróleo

A petrolífera estatal brasileira, Petrobras, informou nesta sexta-feira que está investindo US $ 320 milhões em opções de venda que cobrem parte de sua produção a US $ 60 por barril, considerando os preços do Brent. 

“A estratégia é proteger as operações de exportação esperadas para o ano, dessa forma protegendo parcialmente o fluxo de caixa operacional da empresa”, disse a empresa em um documento de títulos. As opções expiram no final do ano. 

Os futuros do petróleo Brent giraram em torno de US $ 67 por barril nos mercados internacionais na sexta-feira. 

Os futuros do petróleo para 2019 e 2020 subiram cerca de 20 por cento para os seus níveis mais altos este ano.

O comunicado confirmou nesta semana uma reportagem da Reuters informando que a Petrobras , como a empresa é conhecida, estava protegendo o petróleo a 60 dólares. 

As opções de venda dão à Petrobras o direito de entregar petróleo a US $ 60, mas não a obrigação de fazê-lo. Se os preços permanecerem acima desse nível, a empresa pode deixar as opções expirarem sem exercer esse direito, embora, nesse caso, eles perdessem o preço de US $ 320 milhões que pagaram pelas opções. 


Continua depois da publicidade


A Petrobras está gastando menos este ano do que em 2018 em hedge. No ano passado, a empresa colocou opções cobrindo 128 milhões de barris, a um preço de exercício de US $ 65 por barril. 

Thadeu Silva, analista de petróleo da corretora INTL FCStone, disse que a estratégia de hedge da Petrobras para este ano é adequada.

“É um custo que vale a pena. A empresa está gastando cerca de 7% do valor de suas exportações de petróleo para proteger esse valor”, disse ele. 

Ele disse que a Petrobras está protegendo apenas parte de suas exportações esperadas, cobrindo parcialmente o risco de que o Brent caia abaixo de US $ 60 por barril, o que não é uma perspectiva muito provável atualmente, disse ele.




Comentários