Shell inicia produção em águas profundas na Bacia de Santos

A Royal Dutch Shell, através de sua subsidiária Shell, e parceiros do consórcio anunciaram o início da produção do projeto Lula North em águas profundas na Bacia de Santos. 

A produção no Lula Norte é processada pela embarcação flutuante de produção e armazenamento P-67 (FPSO) e é operada pela Petrobras. O polo de produção é o sétimo FPSO implantado em Lula e o terceiro em uma série de embarcações padronizadas construídas para o consórcio. Ele é projetado para processar até 150.000 bbl de óleo e 6 MMm 3 de gás natural por dia.

A Shell e seus parceiros começaram a produção no Lula Extreme South com o FPSO P-69 em outubro de 2018.

A Shell tem participação de 25% no consórcio Lula, operado pela Petrobras (65%). A Galp, através da sua subsidiária Petrogal Brasil, detém os restantes 10% de participação. Descoberto em 2006, Lula é o maior campo produtor do Brasil e responde por 30% da produção de petróleo e gás do país.




Comentários