BorgWarner comemora a produção de 5 milhões de turbocompressores no Brasil

Produção local de turbocompressores para motores flex complementa a linha de produtos


Continua depois da publicidade


A BorgWarner ultrapassou recentemente um marco importante de produção em sua fábrica em Itatiba, produzindo mais de 5 milhões de turbocompressores no Brasil. A conquista histórica destaca o compromisso da empresa em desenvolver e produzir soluções tecnológicas limpas e eficientes para veículos a combustão, híbridos e elétricos.

“A BorgWarner orgulha-se de produzir suas tecnologias avançadas no Brasil. Este marco demonstra a importância de nossas linhas de produção no país, que possuem tecnologia de ponta e extensa experiência em engenharia”, disse Robin Kendrick, presidente e gerente-geral da BorgWarner Turbo Systems. “Nossos turbocompressores foram projetados para ajudar os fabricantes de automóveis a atender aos requisitos de economia de combustível, desempenho e eficiência. As instalações brasileiras da BorgWarner também oferecem aos nossos clientes experiência global com produção local.”

A produção local da BorgWarner atende às principais montadoras e aos mercados de reposição, interno e de exportação. Os 5 milhões de turbocompressores produzidos pela fábrica cobrem todos os mercados atendidos pela BorgWarner no Brasil e na América do Sul.


Continua depois da publicidade


O marco foi alcançado com a produção do turbocompressor B01 da BorgWarner, o primeiro turbocompressor para veículos flex com motores de 3 cilindros fabricados no Brasil. O design compacto do produto possui uma roda de compressor totalmente feita de alumínio, sistema de rolamento otimizado e uma válvula wastegate controlada por um atuador elétrico, melhorando a redução de ruído, vibração e aspereza (NVH). O turbocompressor B01 da BorgWarner emprega materiais avançados para resistir a temperaturas de escape de até 1.050 graus Celsius.

História no Brasil

Em 1975, cerca de 25 funcionários produziam turbocompressores para caminhões comerciais em Campinas, no estado de São Paulo. A fábrica juntou-se à BorgWarner em 1999 e, na medida em que as linhas de produção e os produtos melhoravam, a BorgWarner expandia sua instalação original com a construção de um novo complexo localizado em Itatiba, a 80 km da cidade de São Paulo, em 2013. As instalações de 21.000 metros quadrados possuem certificação de construção verde (LEED) − a primeira fábrica de autopeças com esta certificação no Brasil − e um centro de engenharia e desenvolvimento.

Ano de conquista

A BorgWarner celebra o recorde de produção de motores de partida, que neste ano somou 10 milhões de unidades produzidas em Brusque (SC). A fábrica, que em agosto de 2018 celebrou 20 anos de história, é a base de operações da divisão PowerDrive System na América do Sul, responsável pelo desenvolvimento dos sistemas de propulsão automotivos elétricos e híbridos, além de motores de partida e alternadores para motores à combustão. Outras conquistas obtidas em 2018 são os 3 milhões de embreagens produzidas em Itatiba (SP) e os 150 milhões de válvulas termostáticas feitas em Piracicaba (SP). Vale destacar que os produtos da BorgWarner atendem as principais montadoras do mercado nacional, bem como o mercado de reposição sul-americano.




Comentários