PSA e Toyota ajustam acordo de produção na Europa

Grupo francês fará nova van com a marca japonesa, que vai assumir controle de fábrica na República Tcheca


Continua depois da publicidade


O Grupo PSA e a Toyota anunciaram ajustes no acordo de produção que mantêm na Europa desde 2002. Pelos novos termos da parceria acertados entre as duas empresas, a PSA vai produzir para o mercado europeu em Vigo, na Espanha, a partir do fim de 2019, uma nova van pequena com a marca japonesa. Por outro lado, a Toyota vai assumir em 2021 o controle integral da joint ventute TPCA, uma planta localizada em Kolín, na República Tcheca, onde hoje são produzidos em sociedade, sobre uma mesma plataforma, os modelos subcompactos Peugeot 108, Citroën C1 e Toyota Aygo. 

O Groupe PSA e a Toyota Motor Europe iniciaram em 2012 a parceria para produção conjunta de veículos utilitários leves de tamanho médio. Atualmente na fábrica da PSA em Hordain, França, inaugurada em 1992 pelo grupo francês e em 2017 foram montados 135 mil veículos de três marcas. Lá a van Toyota Proace/Proace Verso é produzida na mesma linha ao lado das Peugeot Expert/Traveller e Citroën Jumpy/SpaceTourer. Segundo as empresas, essa parceria permanece como está. 

Adicionalmente, a Toyota participará do desenvolvimento e dos investimentos industriais da próxima geração de veículos utilitários leves a serem fabricados na planta da PSA em Vigo. A fábrica espanhola, inaugurada em 1958, produziu em 2017 volume de 434 mil unidades das vans de pequeno porte Peugeot Partner/Rifter, Citroën Berlingo e Opel/Vauxhall Combo, além do monovolume Citroën C4 SpaceTourer (antigo Picasso) e dos sedãs Citroën C Élysée e Peugeot 301. Com o novo acordo, ao fim de 2019 uma nova van Toyota também vai compartilhar a plataforma da nova família de vans em desenvolvimento. 


Continua depois da publicidade


Na República Tcheca, em janeiro de 2021 a sócia japonesa vai adquirir 100% de participação na Toyota Peugeot Citroën Automobile Czech s.r.o. (TPCA), que assim passará a ser a oitava unidade de produção integral da Toyota na Europa. O acordo da joint-venture assinado em 2002 entre as duas empresas inclui prevê que ambos os parceiros podem alterar a participação societária no empreendimento. 

Por enquanto, a planta de Kolín continuará a produzir a atual geração de modelos sub compactos (Aygo, 108 e C1) para ambas as montadoras, mas a indicação é que a PSA deve interromper sua linha de carros fabricada lá. Inaugurada em 2005, a fábrica tcheca já produziu mais de 3 milhões de veículos e no ano passado montou 199 mil unidades das três marcas.

Tópicos:



Comentários