Pellco investe R$ 1,4 bilhão em construção de fábrica de pellets


Continua depois da publicidade


As obras devem se iniciar no começo de 2019. Trata-se da construção da maior fábrica do mundo de pellets (pequenos cilindros de madeira), com capacidade para produzir e processar 900 mil toneladas por ano. O pellet é industrializado com resíduos de madeira e usado para produzir energia a partir da sua biomassa. O investimento (US$ 380 milhões) resulta de capital brasileiro, somado a aportes de fundos externos. Serão 138 hectares destinados apenas para a construção da usina. Para a produção, cerca de 85 mil hectares de florestas plantadas serão utilizadas, área deixada pela Votorantim. Também será usado um volume hídrico de 210 m2/h de água, retirada de um arroio próximo às instalações. A estimativa é de que serão criados 1,5 mil empregos na fase de construção e mais 1,2 mil para o funcionamento da indústria.




Comentários