Grupo Sabará inaugura fábrica de Clorito de Sódio em Santa Bárbara d’Oeste, em São Paulo

Única do segmento na América Latina, planta fabril será a quinta maior do mundo em volume produtivo. Projeto contou com o apoio da Investe São Paulo


Continua depois da publicidade


Referência no desenvolvimento de tecnologias, soluções e matérias-primas para as indústrias de nutrição, saúde, beleza e bioenergia, o Grupo Sabará anuncia a inauguração de sua nova planta de Clorito de Sódio em Santa Bárbara d’Oeste (SP). Com um investimento superior a R$ 15 milhões, a nova planta fabril tem capacidade produtiva de mais de 20 mil toneladas de Clorito de Sódio por ano e é a única da América Latina.

“A Inovação sempre esteve em nosso DNA e, por contarmos com um vasto acervo tecnológico, decidimos investir na fabricação de Clorito de Sódio. Para isso, tivemos como base a nossa expertise na geração do Dióxido de Cloro (Diox®), o que nos permitiu criar um processo de produção 100% automatizado, responsável por garantir a confiabilidade e a qualidade do produto final”, destaca José Eduardo Donato, diretor comercial da BioE Integrated Solutions.

A planta de Clorito de Sódio foi desenvolvida para oferecer o máximo em segurança, produtividade e rendimento. Assim, todos os processos são automatizados com maquinários da mais alta tecnologia. Além disso, para garantir a proteção do meio ambiente, toda energia utilizada no processo de fabricação é obtida por meio de fontes renováveis do mercado livre de energia e a produção é totalmente limpa, sem gerar nenhum tipo de resíduos.


Continua depois da publicidade


Com a fabricação do Clorito de Sódio, será possível atender aos negócios de duas unidades da companhia: a BioE Integrated Solutions, responsável pelo setor sucroalcooleiro, indústria de bebidas e mercado de energia, e a Sabará Químicos e Ingredientes, atuante no segmento de tratamento de águas. "Essa verticalização e o desenvolvimento patenteado da tecnologia própria de geração do Dióxido de Cloro, nos torna a única empresa brasileira capaz de atender demandas que vão de gramas a 700 Kg/hora de geração. Isso abre oportunidades para o atendimento de novos mercados, como indústria têxtil, processamento de couro, produção de papel e celulose, segmento de metalmecânica, entre outros", destaca José Eduardo Donato.

De acordo com Marco Antônio Sabará, presidente do Grupo Sabará, a inauguração da fábrica é um marco na história do Grupo Sabará, pois, até o momento, todo o clorito de sódio consumido na América Latina era proveniente de importações. “Investimos fortemente em inovações e pesquisas para oferecer aos nossos parceiros a garantia de contar com um fornecedor nacional de confiança. Estamos prontos para os desafios que vão surgir”, avalia.

O projeto tem o apoio da Investe São Paulo – Agência Paulista de Promoção de Investimentos e Competitividade do Governo do Estado, nos âmbitos tributário e ambiental, além da interlocução com outros órgãos de governo.

“Ter entre nossos clientes uma empresa em que os compromissos sociais e ambientais são claros e fortemente estabelecidos; inclusive reconhecidos pelo Pacto Global da ONU por seu engajamento sustentável, é motivo de grande entusiasmo para a Investe São Paulo”, destaca Sérgio Costa, diretor da Agência. “O Estado ganha com as soluções de alta-performance apresentadas pela Sabará no tratamento de águas industriais e ainda cresce com essa expansão, pois parte da produção passa a ser nacional. Um investimento que vem ao encontro do nosso papel em incentivar o desenvolvimento e o potencial econômico do estado de São Paulo”, complementa.




Comentários