Produção de motos deve superar 1 milhão em 2018

Fabricantes instalados em Manaus não alcançavam esse patamar desde 2015

A produção de motos deve superar 1 milhão de unidades este ano, algo que não ocorria desde 2015, quando 1,26 milhão de unidades foram fabricadas no País. A projeção das montadoras para 2018 era de 980 mil unidades, mas os números do segundo semestre cresceram acima da expectativa. 

Em outubro as empresas instaladas em Manaus montaram 99,2 mil motos, registrando alta de 23% sobre setembro. No acumulado do ano foram 876,3 mil unidades, 19,9% a mais que no mesmo período do ano passado. Os números foram divulgados pela Abraciclo, associação que reúne os fabricantes instalados em Manaus (AM).

“O desempenho também nos deixa mais otimistas quanto ao comportamento do consumidor no próximo ano, que poderá manter a demanda em alta”, estima o presidente da Abraciclo, Marcos Fermanian.

O executivo afirma que os mesmos fatores que favoreceram as vendas em setembro continuaram a repercutir em outubro, como redução do índice de inadimplência, maior oferta de crédito, expansão dos consórcios e crescimento da confiança do consumidor. 

As vendas do atacado (das fábricas à rede de revendas) acompanharam o crescimento da produção. Em outubro foram repassadas 91,6 mil unidades, 19,5% a mais que em setembro. No acumulado dos dez meses foram 803,4 mil unidades e acréscimo de 19,4% sobre iguais meses de 2017.

Argentina prejudica exportações

Em outubro foram enviadas para outros países 5,2 mil motos, resultando em alta de 54,8% sobre setembro. Mas no acumulado até outubro foram enviadas ao exterior 62,3 mil motocicletas, representando queda de 7% na comparação interanual. 

Tudo indica que os embarques até o fim do ano ficarão abaixo das 80 mil unidades projetadas na metade do ano. O motivo é o aprofundamento da crise argentina. No começo de 2018 a expectativa de exportação era ainda mais otimista, 85 mil motos.

Tópicos:



Comentários