Pesados têm vendas 45,6% maiores

Licenciamentos de caminhões e ônibus até outubro já superaram o volume de todo o ano passado


Continua depois da publicidade


Em dez meses, as vendas de veículos comerciais pesados chegaram a 76,4 mil unidades, na soma de caminhões e ônibus, e superaram o volume total de 2017 inteiro, quando o setor emplacou 67,1 mil unidades. Dados divulgados na quinta-feira, 1º, pela Fenabrave mostram que o volume acumulado de janeiro a outubro é 45,6% maior que o do mesmo período do ano passado.

Em outubro, com pouco mais de 9,9 mil veículos emplacados por dia útil, a média diária de vendas teve leve aumento 0,15% na comparação com setembro: foram 454,1 unidades em cada um dos 22 dias do mês passado contra 453,4 unidades para cada um dos 19 dias úteis de setembro.

Com isso, o volume de outubro foi 15,9% maior que o do mês imediatamente anterior, quando foram licenciados pouco mais de 8,6 mil caminhões e ônibus.

O desempenho do mercado de caminhões teve o maior impacto positivo para o segmento de pesados: as vendas acumuladas de dez meses somaram 61 mil unidades, um crescimento de 51,1% sobre o volume de igual período do ano passado, quando foram emplacados pouco mais de 40,3 mil. Em outubro, os licenciamentos de caminhões fecharam em quase 8 mil unidades, volume 18,1% maior que o de setembro e uma alta de 56,7% sobre o resultado de outubro do ano passado.

Em ônibus, as vendas aumentaram 27,2% no acumulado do ano, para 15,3 mil chassis. Outubro contribuiu com 2 mil unidades, 8,2% a mais do que setembro e no comparativo anual um aumento de 77% sobre uma base de 1,17 mil unidades.

Para este ano, a Fenabrave aposta em crescimento de 34,8% das vendas de veículos pesados, conforme revisão das projeções divulgadas no início de outubro. Os concessionários esperam encerrar o ano com a venda de 90,5 mil veículos, dos quais 71,9 mil caminhões (+38,2%) e 18,6 mil ônibus (+23,2).




Comentários