IFC Luzerna é pioneiro na realização de testes de hélices aeronáuticas

Projeto desenvolvido no campus, em parceria com a Anac e a ICA, inclui ainda a elaboração de normas brasileiras para os testes de hélices de passo fixo.

Projetos desenvolvidos na região Meio Oeste de Santa Catarina evidenciam o potencial do estado em projetos aeronáuticos. Em Luzerna, servidores e estudantes do Instituto Federal Catarinense (IFC) trabalham atualmente no projeto “Procedimentos de desenvolvimento e testes de hélices aeronáuticas de passo fixo”, que consiste no desenvolvimento de hélices para avião de pequeno porte, em termos de melhorias aerodinâmicas e estruturais das hélices, utilizando tecido fibra de vidro, realizado em parceria com a empresa Indústria Catarinense Aeroespacial (ICA), de Joaçaba.

De acordo com professor Ivo Rodrigues Montanha Junior, coordenador do curso de Engenharia Mecânica no IFC Luzerna, os sócios da ICA procuraram o IFC, em 2016, para formalizar uma parceria entre as instituições na execução do projeto, porque a empresa ICA está desenvolvendo um avião de pequeno porte, para duas pessoas, na categoria VLA (Very Light Aircraft) e Experimental (sem homologação da Anac). “A partir da experiência com manuseio de materiais compostos de fibra, sobretudo fibra de carbono, na construção da aeronave, eles passaram a projetar hélices aeronáuticas de alta eficiência, em fibra, pois grande parte do mercado de hélices destas aeronaves de pequeno porte é atendido por empresas norteamericanas, com hélices de madeira e de média eficiência. Então, passaram a fazer hélices, e procuraram o IFC Campus Luzerna para auxiliar”, esclarece.


Continua depois da publicidade


“Esta iniciativa tornou a ICA como a única produtora brasileira de hélices de alto desempenho em materiais compostos, o que exigiu a elaboração e realização de testes de hélices aqui no Brasil. Como estes testes estão sendo feitos aqui no campus, tornamo-nos pioneiros na realização dos mesmos”, explica o professor.

Uma outra etapa do projeto está em desenvolvimento em conjunto com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). “Como não existiam normas brasileiras para testar hélices, e nem produtores de hélices, a equipe de projeto do IFC Campus Luzerna está elaborando, em conjunto com a Anac, as normas brasileiras para os testes de hélices aeronáuticas, com base nas normas norteamericanas da Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos (FAA), o que é uma enorme honra, dada a importância estratégica que a aviação tem no mercado mundial. E isto evidencia que nós dos Institutos Federais temos condições técnicas de realizar projetos de ponta junto às empresas”, destaca Montanha.

Além do professor, participam do projeto os estudantes Alessandra Barcaro e Eduardo Dalmolin, e os servidores Luciano Freitas e Mario Wolfart Junior.

Representação nacional

No início de agosto, a equipe da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação (Setec/MEC) convidou o professor Ivo Montanha para expor o projeto no estande do MEC, durante o evento nacional ConectaIF, em Brasília. Projeto do IFC foi o único representante da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, na categoria de inovação tecnológica, no estande da Setec/MEC.




Comentários