Caterpillar investe em novas linhas de produção em SP

Com investimento de R$ 55 milhões, a Caterpillar passa a produzir no Brasil as transmissões para máquinas pesadas (motoniveladoras, carregadeiras e tratores de esteiras), fabricadas pela empresa para atender ao mercado local e exportações. Já em operação, as linhas de montagem foram inauguradas oficialmente terça-feira passada, em Piracicaba (SP). As novas linhas tornam a filial brasileira autossuficiente na produção das transmissões para os equipamentos que fabrica e que até aqui eram importados.

Segundo a companhia, a produção local de transmissões aumenta a competitividade das máquinas produzida no Brasil, no mercado interno e externo. Além disso, fomenta a cadeia de suprimentos brasileira com produtos de alto valor agregado, auxilia a política de desenvolvimento industrial e promove a geração direta e indireta de empregos, sendo 70 e 350 respectivamente.

Atualmente as linhas já produzem hoje seis diferentes transmissões, dos tipos planetária e contraeixo. Esse número saltará para 17 arranjos até março de 2019. No total, são 1.800 componentes diferentes entre todos os arranjos para atender à produção local de tratores de esteiras, motoniveladoras e carregadeiras de rodas.


Continua depois da publicidade


“A produção de transmissões no mercado nacional introduz inovações e novas tecnologias à capacidade do Brasil em montar estes componentes complexos para máquinas autopropulsadas”, comentou o presidente da Caterpillar Brasil, Odair Renosto. “Por ser um componente altamente complexo e de grande importância para nossas máquinas, a transmissão trouxe várias tecnologias da Indústria 4.0 para a Fábrica de Piracicaba, como sistemas de gerenciamento produtivo (que identificam no processo possíveis falhas de montagem antes que elas ocorram) e chaves de torque com conexão por bluetooth para aplicação e rastreamento de 100% dos torques e garantia de perfeição à aplicação”.

O time de Engenharia também desenvolveu o sistema transportador que movimenta as transmissões em processo de montagem sobre a linha. Dotado de tecnologia elétrico-hidráulica, o sistema ajusta a altura da transmissão de acordo com o estágio da montagem e a altura de cada montador, otimizando ao mesmo tempo a agilidade do processo e a ergonomia.

Já a célula de teste valida 100% das transmissões prontas usando alta tecnologia de confiabilidade para testar o corpo de válvula, verificar o correto engate das marchas, a relação de torque, pressão de óleo, temperatura, nível de ruído, bem como a existência de vazamentos, contaminantes, vibrações e todas as funcionalidades da transmissão. “Esse equipamento simula com perfeição uma máquina em operação e, com ela, podemos garantir que todas as transmissões que produzimos estão totalmente dentro dos padrões de qualidade da Caterpillar”, confirma o engenheiro de manufatura Carlos Carraro, um dos líderes na implementação das linhas de produção de transmissões.

5.200 m² – As linhas de montagem de transmissões ocupam área de 5.200 m² em um dos prédios fabris da Unidade de Piracicaba-SP. Para acomodar a nova operação, a área de estocagem de pequenos componentes foi transferida para um prédio novo, construído especialmente para esta finalidade, com 2.800 m², em área dentro da mesma unidade.

O time multifuncional que compõe este projeto é formado por engenheiros de manufatura especialistas em processos, controle de qualidades, testes de validação, logística e manutenção. Integra a equipe os líderes dos times de produção e os operadores. A maioria participou das atividades de transferência na fábrica de Dyersburg-EUA, incluindo o treinamento de várias semanas de operadores, de modo a garantir a qualidade final do produto aos nossos clientes.




Comentários