Eletrofrio investe R$ 50 milhões para abrir 2.ª fábrica e lançar nova linha de produtos

Empresa com sede na Cidade Industrial de Curitiba (CIC) fabrica refrigeradores para atacados, hiper e supermercados

Para manter a liderança de mercado, a Eletrofrio – empresa com sede na Cidade Industrial de Curitiba (CIC) que fabrica refrigeradores para atacados, hiper e supermercados – investiu R$ 50 milhões nos últimos dois anos para duplicar a sua capacidade produtiva e lançar de uma nova linha de produtos. Os novos equipamentos começam a ser entregues a partir do segundo semestre deste ano e a produção vai aumentar conforme a demanda. A expectativa da empresa é contratar 200 novos funcionários em 2018 e encerrar o ano com um crescimento de 10%, chegando a um faturamento recorde de R$ 1,21 bilhão.

A nova linha de expositores refrigerados – termo técnico para os refrigeradores usados por redes de supermercado – recebeu o nome de Linha Vittrine e conta com mais de 90 tipos de produtos. Eles economizam até 20% de energia em comparação com a atual linha de equipamentos da empresa e são mais limpos visualmente.

Para conseguir produzir um equipamento energeticamente mais eficiente, a companhia apostou em evaporadores de alta eficiência, resistência de orvalho (aparelho responsável por evitar a umidade nos vidros dos refrigeradores) com menor consumo de energia e fluxo de ar otimizado. Além do diferencial energético, a área em vidro dos novos aparelhos é maior, o que facilita a visão dos produtos que estão dentro do refrigerador pelo consumidor.


Continua depois da publicidade


O gerente de Marketing e Desenvolvimento de Produtos da Eletrofrio, Gustavo Sindeaux, afirma que a nova linha representa um “salto de dez anos na comparação com os concorrentes”. “A indústria brasileira não estava acompanhando as movimentações do exterior. O mercado [interno] estava há muito tempo sem novidade. O que trouxemos é uma revitalização completa”, diz Sindeaux. O executivo completa que o objetivo foi “dar um passo à frente da concorrência, mantendo a liderança mercado e não precisando competir por preço”.

A nova linha foi lançada agora em maio, durante a Apas Show, uma feira do setor supermercadista. Sindeaux afirma que muitos contratos já foram fechados e que os primeiros produtos da Linha Vittrine começam a ser entregues em agosto. Entre os clientes da Eletrofrio, estão grandes redes nacionais e internacionais de atacado, hipermercado e supermercado. A empresa vende principalmente para o mercado interno e também exporta para países do Mercosul.

Duplicação da capacidade produtiva

E, para atender a um futuro aumento de demanda com a nova linha e também para desafogar a atual planta que já estava no limite da sua capacidade, a Eletrofrio comprou em janeiro deste ano um barracão para instalar sua segunda fábrica. O espaço fica ao lado da atual fábrica da empresa na Cidade Industrial de Curitiba (CIC). Ele já foi reformado e entrou parcialmente em operação. Com isso, a empresa duplicou a sua capacidade produtiva e abriu 200 vagas, sendo que parte já foi preenchida. Ela também trouxe novos equipamentos da Alemanha e da Itália que foram adicionados aos atuais para produção da Linha Vittrine. Tudo isso ficou dentro do pacote de R$ 50 milhões de investimento.

Atualmente, a Eletrofrio produz de 65 a 70 expositores refrigerados por dia. A expectativa é ir aumentando a produção conforme a demanda. A companhia deve manter essa nova linha no mercado por, no mínimo, uns cinco anos. Ela é fruto de um trabalho de dois anos de desenvolvimento.

A Eletrofrio tem cerca de 800 pessoas trabalhando na sua sede, na Cidade Industrial de Curitiba. O grupo conta, ainda, com uma fábrica em Londrina de gôndolas e caixas de supermercados. Em 2017, faturou R$ 1,1 bilhão.




Comentários