Previsão de alta nas vendas no 2º semestre deve provocar falta de máquinas agrícolas no país, diz Abimaq

Para o presidente da Câmara Setorial, esperar pela possível queda de juros do Plano Safra para fazer investimentos não é boa opção. Indústria estima aumento de 5% a 8% nas vendas em 2018.

Se optarem por investir em máquinas e implementos agrícolas no segundo semestre, os agricultores brasileiros correm o risco de não ter os equipamentos a pronta entrega. O alerta é de Pedro Estevão Bastos, presidente da Câmara Setorial de Máquinas da Associação Brasileira da Indústria do setor (Abimaq), uma das organizadoras da Agrishow, que começa nesta segunda-feira (30) em Ribeirão Preto (SP).

Segundo Bastos, o motivo é o bom momento do agronegócio brasileiro. Além de o país estar colhendo a segunda maior safra de grãos da história, e com bons preços, os fabricantes tiveram aumento de vendas nas feiras anteriores à Agrishow e não conseguiriam se adaptar rapidamente a um grande volume de pedidos, caso eles se concentrem a partir do início de julho, mês em que é divulgado o Plano Safra pelo governo federal.

Leia a notícia na íntegra no site do G1.




Comentários