Mor vai investir R$ 35 milhões e gerar novas vagas de emprego (RS)

Crescimento da demanda por térmicos e escadas fará com que a indústria amplie o quadro de funcionários em 2018.

A tradição do chimarrão dos gaúchos e a preferência pelo cafezinho dos paulistas fazem com que a Metalúrgica Mor, de Santa Cruz do Sul, alcance novos patamares na produção de térmicos. A empresa, que cresceu 27% em 2017, planeja para o próximo ano ampliar a área na fábrica e contratar mais cem funcionários. 

Será um investimento de R$ 35 milhões para a construção de um prédio de 8 mil metros quadrados, compra de maquinário e produção de novos itens na linha de térmicos. “A ideia é que até o segundo semestre do próximo ano esta ampliação já esteja incorporada à matriz”, projeta o vice-presidente Administrativo e Financeiro, Valmor André Konzen. 

Além dos novos modelos de térmicos, a Mor irá ampliar a produção de escadas, produto com grande consumo nas regiões Sul e Sudeste do Brasil. “São os itens que mais cresceram nas nossas vendas. Eles fazem parte de um catálogo com quase 2 mil códigos produzidos ou distribuídos pela Mor.” 

O investimento será feito com recursos próprios. A área de terras que receberá o novo pavilhão, que ficará conectado ao complexo atual da Mor, já recebe as primeiras obras de terraplenagem. “As máquinas já estão compradas e no início de 2018 começará a obra”, informa Konzen. 


Continua depois da publicidade


Raio X

  • Atualmente, a Metalúrgica Mor emprega 2 mil funcionários 
  • A Mor é um dos maiores empregadores de Santa Cruz 
  • O faturamento da empresa para 2017 é de R$ 780 milhões
  •  A cadeira de praia é um dos produtos mais vendidos
  • Por dia, são fabricadas 30 mil unidades  
  • Estados Unidos

Atualmente, a metalúrgica atende ao mercado interno e exporta para os países do Mercosul. Argentina, Uruguai e Paraguai se beneficiam da proximidade para consumir os produtos santa-cruzenses. Em janeiro, entrará em operação a distribuição nos Estados Unidos. “É o maior mercado do mundo, nós queremos alcançar ele também”, confirma Valmor Konzen. A Mor, cujas exportações cresceram 30% no último ano, também está abrindo negociações com Bolívia e Panamá.




Comentários