Fiesp realiza 1º Congresso da Indústria 4.0 nos dias 5 e 6 de dezembro


Continua depois da publicidade


Nos próximos dias 5 e 6 de dezembro, será realizado, em São Paulo, o 1º Congresso Brasileiro de Indústria 4.0, uma iniciativa da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), em parceria com o Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP).

Durante os dois dias, palestrantes nacionais e internacionais vão discutir os impactos da chamada Quarta Revolução Industrial (Indústria 4.0) no Brasil, o cenário global das tecnologias disruptivas e de que forma a indústria brasileira pode se preparar para estes novos modelos de negócios.

No dia 05, o Congresso será realizado das 9h às 18h, no Teatro do Sesi, e contará com quatro painéis de debates, além de uma exposição tecnológica no local com empresas e agências de fomento. A ABDI vai disponibilizar um estande para divulgação de projetos de apoio à inovação, tais como o Programa Rumo à Indústria 4.0, realizado em parceria com a Fiesp e o Senai-SP, o Programa Nacional Conexão Startup Indústria e o Ambiente de Demonstração de Tecnologias para Cidades Inteligentes.


Continua depois da publicidade


Participarão da mesa de abertura o presidente da ABDI, Guto Ferreira, o presidente da Fiesp, Paulo Skaf, o vice-presidente da Fiesp e diretor titular do Departamento de Competitividade e Tecnologia da Fiesp, José Ricardo Roriz Coelho e o diretor regional do Senai-SP, Walter Vicioni. Também estão previstas as presenças dos ministros da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira, e da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações, Gilberto Kassab.

Das personalidades internacionais estão confirmados Byoung-Gyu YU, presidente do Instituto Coreano para Economia Industrial e Comércio, Rainer Stark, diretor da Divisão de Criação de Produtos Virtuais, do Instituto alemão Fraunhofer IPK, Karin Mayer Rubinstein, presidente e CEO da IATI (Israel Advanced Technology Industries – Organização de Indústrias Tecnológicas Avançadas de Israel), Lynne McGregor, especialista em Manufatura de Alto Valor Agregado na Instituição Innovate UK; Suresh Kannan, membro do Industrial Internet Consortium (IIC) e presidente da Digiblitz e Yutaka Manchu, secretário-geral adjunto do Conselho de Revolução Robótica do Japão e especialista em Internet das Coisas Industrial.

O segundo dia do Congresso será marcado por uma visita, no período da manhã, à exposição tecnológica do Senai-SP, em São Caetano do Sul, e a realização da palestra "A Quarta Revolução Industrial, a Empresa Digital e o Futuro do Emprego". Para participação na visita, serão disponibilizados ônibus que sairão da sede da Fiesp. Para isso, será obrigatória a inscrição com antecedência no link do evento.

Confira a programação completa do 1º Congresso Brasileiro de Indústria 4.0 aqui.

Indústria 4.0

A quarta revolução industrial ou Indústria 4.0 considera o aumento da informatização na indústria de transformação, onde máquinas e equipamentos (objetos físicos) passam a ser perfeitamente integrados em redes de internet.

Como resultado, a produção será verticalmente conectada com o processo de negócios e horizontalmente conectada às cadeias de valor dispersas geograficamente e que podem ser gerenciadas em tempo real.

Desta forma, os processos de produção tendem a se tornar cada vez mais eficientes, autônomos e customizáveis. Por meio da conexão de máquinas, sistemas e ativos, as empresas poderão criar redes inteligentes ao longo de toda a cadeia de valor.

Trata-se de um conjunto de tecnologias que alinha as áreas de automação, controle e informática na produção em série de forma nunca vista antes. De forma a controlar, no Brasil, o funcionamento de uma máquina em operação na Alemanha, por exemplo.

Algumas tecnologias consideradas 4.0 são: análise de Big Data (coleta, processamento e análise de grande quantidade de dados em tempo real), Computação de alta performance, Comunicação de máquina para máquina (M2M), Digitalização; Inteligência Artificial, Internet das Coisas (Internet of Things – IoT), Internet Industrial das Coisas (IIoT), Manufatura aditiva (por exemplo, impressão 3D), Monitoramento e controle remoto da produção, Realidade aumentada; Robótica, Sensores inteligentes e Simulações virtuais.

Serviço

1º Congresso Brasileiro de Indústria 4.0
Dia 05 de dezembro, das 9h às 18h, no Teatro do Sesi, em São Paulo.
Dia 06 de dezembro, às 9h, visita à Escola do Senai, em São Caetano do Sul (com inscrição obrigatória) e palestra.




Comentários ()