Fras-le conclui ampliação de fábrica na China

Investimento de R$ 9 milhões duplica planta para produzir 15 milhões por ano.


Continua depois da publicidade


A fabricante de pastilhas e lonas de freio Fras-le, do grupo brasileiro Empresas Randon, aproveitará a Automechanika Shangai 2017 (29/11 a 02/12), na China, onde vai expor sua linha de produtos, para realizar a inauguração, em 30 de novembro, da ampliação de sua fábrica, localizada em Pinghu, na província de Zhejiang. Fruto de um investimento equivalente a R$ 9 milhões, conforme adiantando por Automotive Business para mais que duplicar sua capacidade local, a unidade passa a ser capaz de produzir 15 milhões de peças por ano, das quais 10 milhões de lonas e 5 milhões de pastilhas, com aumento gradual: a unidade deve recomeçar a operar com produção inicial de 1,75 milhão de pastilhas e 4 milhões em lonas anuais.

Planejada para se transformar em plataforma de exportações para os países da região, a planta que possuía 6 mil metros quadrados em área construída passou a ocupar 15 mil metros quadrados. O investimento sustentou a compra de novos equipamentos e o aumento de 4,5 mil para 11 mil metros quadrados de área dedicada à produção. Com a reformulação de toda a unidade, a companhia prevê a geração de até 200 novas vagas de emprego nos próximos anos.


Continua depois da publicidade


Aumentar a capacidade produtiva na China faz parte da estratégia da empresa em duplicar o faturamento nos próximos cinco anos.

“Nossa presença na China foi fundamental para o projeto de internacionalização”, afirma o presidente das Empresas Randon, David Abramo Randon.

A Fras-le está no mercado chinês desde 2001, mas foi a partir de 2006 que passou a atendê-lo por meio de uma operação comercial fixa no país, até a instalação da fábrica em 2009, para a produção de lonas de freio para veículos pesados. A fabricação de pastilhas de freio viria no ano seguinte, em 2010. A companhia é considerada localmente como fornecedora de primeira linha, o que lhe dá vantagem competitiva e oportunidades de crescer dentro do maior mercado automotivo do mundo.

Tópicos:



Comentários ()