Tramontina construirá quarta fábrica em Pernambuco

A nova planta será erguida em Moreno, na Região Metropolitana, e deve gerar 200 empregos diretos.


Continua depois da publicidade


Com um aporte de R$ 130 milhões e expectativa de geração de 200 empregos diretos, a Tramontina vai instalar uma nova fábrica em Pernambuco. A unidade, cuja operação deverá ser iniciada em 2020, será a quarta da empresa no estado, sendo a primeira no país a produzir porcelanato para distribuição em todo o território nacional. O anúncio foi feito ontem, após reunião do presidente da companhia, Clóvis Tramontina, com o governador Paulo Câmara, ocorrida no Palácio do Campo das Princesas.
 
“Estou muito feliz de anunciar a instalação de mais um expressivo empreendimento em nosso estado, num momento que o Brasil encontra-se parado”, afirmou o governador, ressaltando que a Tramontina é uma empresa de referência no mercado nacional e internacional. O governador também falou da importância da geração das novas vagas de emprego para a melhoria do ambiente econômico. “Pernambuco foi o líder da geração de emprego no país em setembro, e vamos seguir trabalhando para criar as condições para empregar cada vez mais pernambucanos”.
 
As tratativas para o fechamento do negócio ocorreram após uma negociação que já durava pelo menos três anos, de acordo com o presidente da Agência de Desenvolvimento Econômico do estado (AD Diper), Leonardo Cerquinho, que também participou do encontro no Palácio. “Existe uma expectativa de retomada de crescimento econômico do país e está claro que as empresas estão começando a retomar seus projetos”, disse. Segundo ele, a nova unidade ficará ao lado de outras duas fábricas da empresa, instaladas em Moreno, na Região Metropolitana. O terreno que receberá a nova planta foi doado pelo governo estadual e tem área de 66,2 hectares.
 
De acordo com Cerquinho, não existe uma data para início das obras. “Eles estão iniciando o estudo do projeto. Deram entrada no processo para a concessão de benefícios fiscais, que será incluída na reunião do Condic (Conselho Estadual de Políticas Industrial, Comercial e de Serviços) a ser realizada em dezembro”, adiantou. A empresa terá 75% de isenção no saldo devedor de ICMS, além de diferimento (adiamento) do pagamento do tributo por conta da importação de máquinas e equipamentos. O governo do estado também será responsável por obras de infraestrutura, como o acesso viário do distrito industrial de Moreno.
 
“A gente consegue identificar a competitividade e a atratividade de um estado quando empresas já instaladas continuam investindo. Essa será a quarta unidade da empresa no estado e isso demonstra que temos capacidade para atrair novos investimentos”, destacou Cerquinho. Atualmente, além das duas fábricas já instaladas  em Moreno, a Tramontina possui uma planta no bairro da Várzea, no Recife. Procurada pelo Diario, a empresa apenas confirmou o investimento na nova planta, mas informou que não se posicionaria oficialmente.
Tópicos:



Comentários ()